Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1006
Tipo do documento: Dissertação
Título: Produção de quitosana a partir de exoesqueleto de camarão (Litopenaeus vannamei) em diferentes tamanhos de partículas avaliando a atividade antibacteriana em bactérias gram positivas e gram negativas.
Autor: Costa Filho, Carlos Fernando de Britto 
Primeiro orientador: Campos-Takaki, Galba Maria de
Primeiro coorientador: Lima Filho, Hilário Jorge Bezerra de
Segundo coorientador: Lima, Marcos Antonio Barbosa de
Primeiro membro da banca: Silva, Carlos Alberto Alves da
Segundo membro da banca: Gusmão, Norma Buarque de
Resumo: A quitosana é uma substância que possui um grande potencial biotecnológico. Extraída da quitina, encontra-se em maior quantidade nos exoesqueletos dos crustáceos. É considerado um polímero não tóxico, não alérgico, biodegradável, biocompatível, anti-colesterolilêmico, com propriedades analgésicas e coagulantes, além da sua atividade antimicrobiana combatendo bactérias e fungos. Diante do exposto, este trabalho teve como objetivo produzir quitosana a partir do exoesqueleto de camarão Litopenaeus vannamei, realizar a caracterização físico-química e avaliar a atividade antibacteriana com os diferentes tamanhos de partículas. As carapaças de camarão foram pulverizadas em partículas de 16, 32 e 60 tamanhos de partículas de malha. Delas foi extraída a quitina obtendo-se um rendimento de 54,9g, 58,2g e 39,4g respectivamente de peso inicial para cada tamanho de partícula de 100g. Com a obtenção da quitina, a quitosana inicial produzida foi de 70%, 79,55% e 77,66%, respectivamente. Em relação ao grau de desacetilação foi observado que a partícula com o menor tamanho, ou seja, a de 60 mesh obteve melhor qualidade 91,9% de desacetilação. Pode-se evidenciar que o tamanho de párticula também influenciou a atividade antibacteriana da quitosana, obtendo-se melhor resultado com as partículas de 60 mesh considerando-se 7 μg/mL para as bactérias Gram negativas e 1,5 μg/mL para Gram positivas. Desta forma, concluiu-se que existe uma correlação entre o tamanho da partícula e o grau de desacetilação e sua atividade antibacteriana.
Abstract: A chitosan is a substance that has a great biotechnological potential. Extracted from chitin, it is found in greater quantity in the exoskeletons of crustaceans. It is considered a non-toxic, non-allergic, biodegradable, biocompatible, anti-cholesterolylemic polymer with analgesic and coagulant properties, in addition to its antimicrobial activity combating bacteria and fungi. In view of the above, this work had the objective of chitosan from the shrimp exoskeleton litopenaeus vannamei, perform a physical-chemical characterization and evaluate an antibacterial activity with the different sets of particles. As shrimp shells were sprayed onto 16, 32 and 60 layer particles of mesh particles. A yield of 54.9 g, 58.2 g, and 39.4 g, respectively, of initial weight for each 100 g piece size was extracted. With a chitin yield, an initial chitosan produced at 70%, 79.55% and 77.66%, respectively. In relation to the degree of deacetylation was observed with a layer of smaller size, that is, of 60 mesh obtained better 91.9% quality of deacetylation. It can be evidenced that the particle size also influenced the antibacterial activity of chitosan, obtaining a better result with 60 mesh particles considering 7 μg / ml for gram negative bacteria and 1,5 μg / ml for gram positive. In this way, it was concluded that there is a correlation between the size of the part and the degree of deacetylation and its antibacterial activity.
Palavras-chave: Dissertations
Shrimp
Chitosan
Dissertações
Camarão
Quitosana
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL#
#-1634559385931244697#
#600
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação#
#-8854052368273140835#
#500
Programa: Mestrado em Desenvolvimento de Processos Ambientais#
#7773858030179640429#
#500
Citação: COSTA FILHO, Carlos Fernando de Britto. Produção de quitosana a partir de exoesqueleto de camarão (Litopenaeus vannamei) em diferentes tamanhos de partículas avaliando a atividade antibacteriana em bactérias gram positivas e gram negativas. 2017. 77 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Católica de Pernambuco. Pró-reitoria Acadêmica. Coordenação Geral de Pós-graduação. Mestrado em Desenvolvimento de Processos Ambientais, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1006
Data de defesa: 5-Apr-2018
Appears in Collections:Desenvolvimento de Processos Ambientais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
carlos_fernando_britto_costa_filho.pdfDissertação na íntegra833,71 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons