Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1041
Tipo do documento: Dissertação
Título: Marginalizadas e transgressoras: um estudo da genealogia de Jesus segundo Mateus a partir das personagens feminina.
Autor: Xavier, Liniker Henrique 
Primeiro orientador: Andrade, Aíla Luzia Pinheiro de
Primeiro membro da banca: Lemos, Fernanda
Segundo membro da banca: Correia Júnior, João Luiz
Resumo: O evangelho de Mateus apresenta a genealogia de Jesus repleta de particularidades, sendo a principal delas a inserção de cinco mulheres no texto. Esta inclusão tem precedentes no texto bíblico. Mulheres aparecem nas genealogias em Gn 11,29 e 1Cr 2,18-21, por exemplo. No entanto, a participação delas de forma destacada em uma linhagem é algo absolutamente incomum. Em Mateus, o que torna o episódio ainda mais excepcional é o fato de que todas as quatro mulheres que antecedem Maria possuem graves questões morais em suas biografias, todas ligadas a questão sexual. A vida de Tamar, Raabe, Rute e Betsabéia desaguam na história de Maria, noiva de José que, sem relacionamento sexual algum, engravida. São mulheres marginalizadas e transgressoras participando da linhagem do messias em um texto escrito especialmente para o judeu que cria em Jesus como Filho de Deus. Desta forma, os questionamentos giram em torno do por que Mateus inseriu mulheres em uma genealogia que seria lida por uma sociedade especialmente androcêntrica. Mais que isso, porque as mulheres mencionadas são as transgressoras e não matriarcas como Sara e Rebeca, por exemplo? Para chegarmos a possíveis soluções para estes questionamentos, vamos trabalhar a questão da genealogia enquanto gênero literário dentro da Bíblia e de que forma este gênero era utilizado. Após entendermos as características literárias do texto, vamos compreender as particularidades de Mt 1,1-17, antes de estudarmos a situação da mulher no contexto do antigo Israel. Questões que envolviam a vida das mulheres da genealogia mateana serão analisadas, entre elas o casamento, poligamia, adultério e divórcio. Além do antigo Israel, também abordaremos a mulher no evangelho de Mateus antes de conhecermos as histórias de vida de Tamar, que engravidou de Judá, seu sogro; Raabe, a prostituta cananéia; Rute, que seduziu a Boaz; Betsabéia, a mulher de Urias que, antes de tornar-se esposa, foi amante do rei Davi; e, finalmente, Maria, a virgem que engravida por obra do Espírito Santo. Todas estas mulheres estão envolvidas em questões que, à luz da ética e moral do povo hebreu, as descredenciam para participar da árvore genealógica de Jesus, mas nada no passado delas foi suficiente para as afastar do messias.
Abstract: The Gospel of Matthew presents the genealogy of Jesus full of particularities. The main one is the insertion of five women in the text. This inclusion has precedents in the biblical text. Women appear in genealogies in Gn 11,29 and 1Ch 2: 18-21, for example. However, their participation prominently in a lineage is something quite unusual. In Matthew, what makes the episode even more exceptional is the fact that all four women who predate Mary have serious moral issues in their biographies, all of which are linked to the sexual issue. The life of Tamar, Rahab, Ruth, and Bathsheba, flow into the story of Mary, the bride of Joseph who, without sexual intercourse, becomes pregnant. They are marginalized and transgressive women by participating in the lineage of the messiah in a text written especially for the Jew who believes in Jesus as the Son of God. In this way, the questions revolve around why Matthew inserted women into a genealogy that would be read by a particularly androcentric society. More than that, why the women mentioned are the transgressors and not matriarchs like Sara and Rebecca, for example? To arrive at possible solutions to these questions, let us work on the question of genealogy as a literary genre within the Bible and in what form this genre was used. After we understand the literary characteristics of the text, let us understand the particularities of Mt 1,1-17 before we study the situation of women in the context of ancient Israel. Matters involving the life of the women of Matthew genealogy will be analyzed, among them marriage, polygamy, adultery, and divorce. In addition to ancient Israel, we will also approach the woman in the gospel of Matthew, before we learn the life stories of Tamar, who became pregnant with her father-in-law Judah; Rahab the Canaanite prostitute; Ruth, who seduced Boaz; Bathsheba, the wife of Uriah, who was a lover of king David before she became a wife; and, finally, Mary, the virgin who becomes pregnant by the work of the Holy Spirit. All of these women are involved in issues that, in the light of the ethics and morals of the Hebrew people, discredit them to participate in the genealogical tree of Jesus, but nothing in their past was enough to drive them away from the messiah.
Palavras-chave: Dissertations
Women in the Bible
Dissertações
Mulheres na Bíblia
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA#
#-2134759983998029892#
#600
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação#
#-8854052368273140835#
#500
Programa: Mestrado em Teologia#
#2550067148894161793#
#500
Citação: XAVIER, Liniker Henrique. Marginalizadas e transgressoras : um estudo da genealogia de Jesus segundo Mateus a partir das personagens feminina. 2018. 111 f. Dissertação (Mestrado)- Universidade Católica de Pernambuco. Programa de Pós-graduação em Teologia. Mestrado em Teologia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1041
Data de defesa: 8-Aug-2018
Appears in Collections:Teologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
liniker_henrique_xavier.pdfDissertação na íntegra638,15 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons