Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1131
Tipo do documento: Tese
Título: "O passado é a morte das coisas" - Padre Ibiapina: ante o esquecimento, a memória em construção.
Autor: Neves, Gilvan Gomes das 
Primeiro orientador: Cabral, Newton Darwin De Andrade
Primeiro membro da banca: Araújo, Rita de Cássia Barbosa de
Segundo membro da banca: Garcia, Gilberto Gonçalves
Terceiro membro da banca: Dantas, Zuleica Pereira
Quarto membro da banca: Aragão, Gilbraz de Souza
Resumo: O estudo tem como objetivo geral analisar a trajetória e a missão do Padre Ibiapina (1806-1883) no Nordeste brasileiro, evidenciando o porquê de suas ações serem esquecidas durante cerca de cem anos e de um reavivar de sua memória, nos dias atuais. Como metodologia, a pesquisa se caracteriza como de caráter predominantemente qualitativo, de análise de natureza sócio-histórica, sendo adotado o estudo de caso. O estudo foi embasado na análise documental dos relatos das missões do Padre Ibiapina, do Estatuto e do Regimento que ordenavam o funcionamento das Casas de Caridade, nas principais biografias, todas as publicações sobre o tema, de vários autores, interessados e curiosos, religiosos ou não, que escreveram sobre a ação missionária de Ibiapina. Além disso, foram realizadas entrevistas no Santuário de Santa Fé, Arara – PB, lugar de peregrinação dos devotos do Padre Ibiapina: com o ex-reitor do Santuário, Padre Gaspar, com o atual reitor, Padre José Florence, que organizou o arquivo, com dois bispos, bem como com os peregrinos que visitavam o Santuário. Contou-se também com o aporte da História Oral, que valoriza as histórias narradas por pessoas comuns, que anteriormente não tinham oportunidade de ser escutadas. A trajetória de vida de Ibiapina está inserida na realidade socioeconômica e cultural do semiárido nordestino, com suas contradições que gravitam por diversos campos, como o catolicismo popular e seus subcampos: o catolicismo místico e o sertanejo, que permeiam e delineiam a mesma existência. Pode-se concluir que a herança de Padre Ibiapina não foi diretamente confrontada, questionada. Simplesmente, deixaram-na morrer, como uma plantinha que morre sem água... Nada se fazendo para renová-la ou lhe dar continuidade, um espaço de sobrevivência. Durante quase cem anos, Padre Ibiapina permaneceu não apenas desconhecido, mas também relegado, pois seu exemplo de vida apontava para um modelo bem mais distinto de uma pastoral que tem como fundo uma opção preferencial pelos pobres. Somente depois do surgimento das Comunidades Eclesiais de Base, na década de 70 do século XX, e da Conferência Episcopal Latino-Americana de Puebla, em 1979, é que houve, por parte da Igreja Católica, uma nova valorização da religião do povo ou do que ainda sobrou dela. Na construção dessa memória do “Santo” de Santa Fé ocorreu a descoberta de diversos agentes da pastoral: bispos, padres, religiosos, religiosas, leigos, de seu belo exemplo de vida, ação pastoral e santidade e eles se tornaram promotores de sua causa, de maneira especial os que passaram pela Diocese de Guarabira: Dom Marcelo Carvalheira e Dom Antônio Muniz. Na multidão que acorre ao Santuário de Santa Fé no dia 19 de fevereiro percebe-se não apenas o reconhecimento de suas virtudes heroicas, de sua santidade, mas também uma afirmação, um reconhecimento de sua maneira de ser missionário, que penetrou no coração e na mente do povo nordestino.
Abstract: The objective of this study is to analyze the trajectory and mission of Father Ibiapina (1806-1883) in the Brazilian Northeast, showing why his actions have been forgotten for about a hundred years and a revival of his memory in the present day. As a methodology, the research is characterized as predominantly qualitative, of socio-historical analysis, and the case study was adopted. The study was based on the documentary analysis of the reports of the missions of Father Ibiapina, the Statute and the Rules of Order, which ordered the functioning of the Houses of Charity, in the main biographies, all publications on the subject, of various authors, interested and curious, religious or not that they wrote about the missionary activity of Ibiapina. In addition, interviews were held at the Sanctuary of Santa Fe, Arara - PB, pilgrimage site of the devotees of Father Ibiapina: with the former rector of the Sanctuary, Father Gaspar, with the current rector, Father José Florence, who organized the archive, with two bishops, as well as with the pilgrims who visited the Sanctuary. There was also the contribution of Oral History, which values stories told by ordinary people who previously had no opportunity to be heard. Ibiapina's life trajectory is part of the socioeconomic and cultural reality of the northeastern semi-arid region, with its contradictions that gravitate towards various fields, such as popular Catholicism and its subfields: mystical Catholicism, the sertanejo, which permeate and delineate the same existence. It can be concluded that the inheritance of Father Ibiapina was not directly confronted, questioned. They simply let it die, like a little plant that dies without water ... doing nothing to renew it or give it continuity, a space of survival. For almost a hundred years, Father Ibiapina remained not only unknown, but also relegated, for his example of life pointed to a model that is much more distinct from a pastoral one that has as its background a preferential option for the poor. Only after the emergence of the Basic Ecclesial Communities in the 1970s and the Latin American Episcopal Conference in Puebla in 1979 has there been a new appreciation of the religion of the people or of the Catholic Church. which is still left of her. In the construction of this memory of the Saint of Santa Fe, a number of pastoral agents were discovered: bishops, priests, religious, lay people, about their beautiful example of life, pastoral activity and holiness, and they became promoters of their cause, especially those who passed through the diocese of Guarabira: Dom Marcelo Carvalheira and Dom Antonio Muniz. In the crowd that comes to the Sanctuary of Santa Fe on February 19, not only the recognition of their heroic virtues, of their sanctity, but also an affirmation, a recognition of their missionary way of life, has penetrated the heart and soul. of the Northeastern people.
Palavras-chave: Biografia cristã
Igreja e problemas sociais - Igreja Católica - Brasil, Nordeste
Dissertações
Christian biography
Church and Social Issues - Catholic Church - Brazil, Northeast
Dissertations
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação
Programa: Doutorado em Ciências da Religião
Citação: NEVES, Gilvan Gomes das. 'O passado é a morte das coisas' - Padre Ibiapina : ante o esquecimento, a memória em construção . 2019. 229 f. Tese (Doutorado) - Universidade Católica de Pernambuco. Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião. Doutorado em Ciências da Religião, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1131
Data de defesa: 8-May-2019
Appears in Collections:Ciencias da Religiao

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
gilvan_gomes_neves.pdfTese na íntegra2,41 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.