Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1189
Tipo do documento: Dissertação
Título: Tribos urbanas e suas práticas religiosas: o surgimento de uma teologia contextual.
Autor: Campos, Márcio Gonçalves 
Primeiro orientador: Vasconcelos, Sergio Sezino Douets
Resumo: O presente trabalho tem o objetivo de analisar o possível desenvolvimento de uma Teologia contextual no meio punk como desafio para o diálogo das Igrejas com as tribos urbanas nas suas mais diversas interfaces. Tribos urbanas são: microgrupos constituintes de subculturas imbuídas do sentimento de pertença que aplicam entre si mesmos uma ética específica, promovendo e participando de uma grande rede de comunicação dentro e fora dos microgrupos e guetos. Na perspectiva do objetivo, realizou-se pesquisa bibliográfica e em sete sites sobre os punks cristãos. Para a coleta de dados foram feitas entrevistas semiestruturadas com dez pessoas que atendiam os seguintes critérios: ser declaradamente cristã; ter algum envolvimento com a cena punk-underground cristã e participar de alguma comunidade de fé, podendo esta ser tradicional ou alternativa/underground. Como fundamentação teórica tomou-se os autores: Maffesoli (1998), Berger e Luckmann (2004), Bivar (2001), Hiebert (2010) e Nicholls (ano). A pesquisa constata que as tribos urbanas surgem do fenômeno gerado pelo advento das mudanças de paradigmas, das crises de sentido nos meados dos anos 50, 60, 70. No que diz respeito aos punks cristãos e seculares, ficou evidenciado que dentre as tribos urbanas existentes, os punks é a tribo urbana mais diversificada no modo de pensar, autêntica em suas músicas, atitudes e singular em sua originalidade, no modo de ser e vestir. A pesquisa aponta que o ingresso no punk rock hardcore não inviabiliza a pessoa de ter um genuíno relacionamento com Jesus por meio de sua fé, isto é, sem perder o teor cristocêntrico. No que se refere à missão das Igrejas entre as tribos urbanas, a pesquisa revela a necessidade da ressignificação do sentido evangelístico e missional da Igreja, que necessita se ater às mudanças de paradigmas que produzem um novo perfil de pessoas nas mais diversas contextualidades. Com base nos resultados, afirmamos que o amor é a forma mais perfeita de agir com todo e qualquer ser humano, independente da tribo a que pertença.
Abstract: This paper aims to analyze the possible development of a contextual theology in the punk environment as a challenge for the dialogue of the Churches with the urban tribes in their most diverse interfaces. Urban tribes are: microgroups that make up subcultures imbued with a sense of belonging that apply a specific ethic among themselves, promoting and participating in a large network of communication within and outside the microgroups and ghettos. From the perspective of the objective, bibliographic research and seven sites on Christian punks were conducted. For data collection, semi-structured interviews were conducted with ten people who met the following criteria: being openly Christian; have some involvement with the Christian punk-underground scene and participate in some faith community, which may be traditional or alternative / underground. As theoretical basis were the authors: Maffesoli (1998), Berger and Luckmann (2004), Bivar (2001), Hiebert (2010) and Nicholls (year). The survey finds that urban tribes arise from the phenomenon generated by the advent of paradigm shifts, meaning crises in the mid-1950s, 60s, 70s. As far as Christian and secular punks are concerned, it was evident that among the existing urban tribes , punks are the most diverse urban tribe in the way of thinking, authentic in their music, attitudes and unique in their originality, in their way of being and dressing. Research points out that joining hardcore punk rock does not make it impossible for a person to have a genuine relationship with Jesus through their faith, that is, without losing the Christocentric content. Concerning the mission of the Churches among the urban tribes, the research reveals the need for the resignification of the evangelistic and missional meaning of the Church, which needs to adhere to the changes of paradigms that produce a new profile of people in the most diverse contexts. Based on the results, we affirm that love is the most perfect way to act with any human being, regardless of the tribe to which they belong.
Palavras-chave: Jovens - Vida religiosa
Punks
Teologia
Missões
Dissertações
Dissertations
Youth - Religious Life
Theology
Missions
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação
Programa: Mestrado em Teologia
Citação: CAMPOS, Márcio Gonçalves. Tribos urbanas e suas práticas religiosas : o surgimento de uma teologia contextual . 2019. 178 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Católica de Pernambuco. Programa de Pós-graduação em Teologia. Mestrado em Teologia, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1189
Data de defesa: 24-Sep-2019
Appears in Collections:Teologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
marcio_goncalves_campos.pdfDissertação na íntegra1,07 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons