Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1225
Tipo do documento: Tese
Título: Funcionamento discursivo de famílias e docentes de crianças identificadas como gagas participantes de grupo de atendimento.
Autor: Cavalcanti, Maria do Carmo Gomes Pereira 
Primeiro orientador: Azevedo, Nadia Pereira da Silva Gonçalves de
Primeiro membro da banca: Cavalcante, Tícia Cassiany Ferro
Segundo membro da banca: Lucena, Jônia Alves
Terceiro membro da banca: Fonte, Renata Fonseca Lima da
Quarto membro da banca: Carvalho, Glória Maria Monteiro de
Resumo: Falar sobre discurso não é consensual e depende do marco teórico em que esta palavra se inscreve, se Análise do Discurso Francesa; se Análise Crítica, por exemplo. Surge no final da década de 60 a compreensão de discurso como efeitos de sentido entre locutores percebidos não como indivíduos, mas como sítios sociais, perspectiva difundida por Michel Pêcheux e é esta a concepção de discurso que é, neste trabalho, desenvolvida, iluminando os estudos referentes às práticas discursivas que podem engendrar, superar ou manter a gagueira. Esta tese pretende analisar o funcionamento discursivo de famílias e docentes de crianças identificadas como gagas participantes de um Grupo de atendimento. Especificamente, visa investigar as posições-sujeito e formações discursivas da família e dos professores e as implicações na fala gaguejada de crianças; assim como a relevância das práticas discursivas dos professores para manutenção ou superação da fala gaguejada, identificar, no contexto de sala de aula, as condições de produção desencadeadoras de fluência ou gagueira e por fim identificar o discurso pedagógico (DP) em sala de aula. São delineados percursos teóricos heterogêneos, com enfoque para a perspectiva linguístico-discursiva, por se acreditar que esta contribui para mudança de posição de sujeito-gago para sujeito-fluente. A Análise do discurso de linha francesa fundada por Pêcheux e desenvolvida por Orlandi no Brasil é o dispositivo teórico e analítico desta pesquisa, conjugada a estudos em aquisição da linguagem do projeto interacionista, proposto por Cláudia de Lemos, bem como, estudos de alguns especialistas em gagueira, como Friedman, Azevedo, dentre outros. Este trabalho teve uma abordagem qualitativa e foi desenvolvido no Grupo de Estudos e Atendimento à Gagueira Infantil da UNICAP e em duas escolas, pública e privada, tendo como foco a prática discursiva desenvolvida nesses ambientes e sua ressonância na fala gaguejada das crianças. A amostra foi composta por 6 sujeitos, sendo 3 professores, 3 familiares de crianças que apresentam uma fala mais gaguejada e que fazem parte do Grupo de Estudos e Atendimento à Gagueira Infantil. O método utilizado foi o discursivo e teve como procedimento sequências discursivas constituídas dos 18 diários de campo das aulas de Língua Portuguesa; entrevista de três professores;17 sequências discursivas de famílias gravados em áudio e transcritos literalmente no computador para posterior análise, tendo como ancoragem o funcionamento discursivo que emerge na família e em sala de aula... Lançando um olhar sobre os gestos de interpretação dos sujeitos, em diferentes práticas discursivas, interrogamos evidências nessas práticas tendo a perspectiva linguístico-discursiva como possibilidade de mudança na posição sujeito.As análises mostraram o movimento parafrástico que existiu em todas as aulas, a ilusão de sentido único e da transparência da linguagem característico do discurso pedagógico autoritário. Pudemos perceber, a partir da análise das sequências discursivas das famílias, do discurso dos professores, a presença de formações discursivas de fluência ideal e a desidentificação de um familiar para formação discursiva de fluência não ideal. Pudemos observar também a importância do Grupo de Estudos e Atendimento à Gagueira Infantil que funciona na Universidade Católica de Pernambuco para as famílias de crianças identificadas como gagas, como espaço de acolhimento, escuta.
Abstract: Speaking about discourse is not consensual and depends on the theoretical framework in which this word subscribes, if French Discourse Analysis; if Critical Analysis, for example. At the end of the 1960s, the understanding of discourse as effects of meaning between interlocutors perceived not as individuals but as social sites, a perspective disseminated by Michel Pêcheux, and this is the concept of discourse that is, in this work, developed, illuminating the studies referring to discursive practices that may engender, overcome or maintain stuttering. This thesis aims to analyze the discursive practice of teachers in the classroom with students identified as stutterers and participants in the Study Group and Attendance to Child Stuttering (GEAGi). Specifically, it aims to investigate the subject positions of family and discursive formations teachers and the implications on stuttering speech of children; as well as the relevance of teachers' discursive practices for maintaining or overcoming stuttered speech, to identify, in the context of the classroom, the production conditions triggering fluency or stuttering and finally identify the pedagogical discourse (PD) in the classroom. Heterogeneous theoretical paths are drawn, with a focus on the linguistic-discursive perspective, because it is believed that this contributes to a change of position from subject-stutter to subject-fluent. The analysis of the French line discourse founded by Pêcheux and developed by Orlandi in Brazil is the theoretical and analytical device of this research, combined with studies in language acquisition of the interactionist project, proposed by Cláudia de Lemos, as well as, studies of some specialists in stuttering, such as Friedman, Azevedo, among others. This work will have a qualitative approach and will be developed in GEAGi of UNICAP and in two schools, public and private, focusing on the discursive practice developed in these environments and its resonance in the stuttered speech of children. The sample consisted of 6 subjects, 3 teachers, 3 family members of children who presented a more difficult speech, more stammered and that are part of the GEAGi. The method used was the discursive and had as a procedure discursive sequences constituted of the 18 reports of the classes of Portuguese Language; interview of three teachers; 17 discursive sequences of families recorded in audio and transcribed literally in the computer for later analysis, having as anchor the discursive functioning that emerges in the family and in the classroom. Looking at the subject's gestures of interpretation, in different discursive practices, we questioned evidence in these practices having the linguistic-discursive perspective as a possibility of change in the subject position. The analyzes showed the paraphrastic movement that existed in all the classes, the illusion of a single meaning and the transparency of the language characteristic of the authoritarian pedagogical discourse. We can also see from the analysis of the discursive sequences of the families, the teachers' discourse, the presence of discursive formations of ideal fluency the disidentification of a relative to a non-authoritarian and non-ideal fluent position. We were also able to observe the importance of the Study Group and Attendance to Child Stuttering that works at the Catholic University of Pernambuco for the families of children identified as stuttering, as a welcoming, listening space.
Palavras-chave: Teses
Análise do discurso
Gagueira nas crianças
Professores
Theses
Speech analysis
Stuttering in children
Teachers
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA::TEORIA E ANALISE LINGUISTICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação
Programa: Doutorado em Ciências da Linguagem
Citação: CAVALCANTI, Maria do Carmo Gomes Pereira. Funcionamento discursivo de famílias e docentes de crianças identificadas como gagas participantes de grupo de atendimento. 2019. 260 f Tese (Doutorado) - Universidade Católica de Pernambuco. Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem. Doutorado Ciências da Linguagem, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1225
Data de defesa: 13-Dec-2019
Appears in Collections:Ciencias da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
maria_carmo_gomes_pereira_cavalcanti.pdfTese na íntegra4,88 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons