Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/127
Tipo do documento: Dissertação
Título: Lei simbólica, desamparo e pânico na contemporaneidade: um estudo psicanalítico
Título(s) alternativo(s): Symbolic law, unsupporting and panic in the contemporary times: a psichoalytic study
Autor: Costa, Veridiana Alves de Sousa Ferreira 
Primeiro orientador: Queiroz, Edilene Freire de
Primeiro membro da banca: Rocha, Zeferino de Jesus Barbosa
Segundo membro da banca: Andrade, Luis Francisco Gonçalves de
Resumo: O contexto atual apresenta mudanças nos modos de organização subjetiva. Em meio a isso, as redefinições dos papéis do homem e da mulher, as novas formas de filiação, assim como as novas configurações familiares têm levado a uma crise de referências que atinge diferentes setores da vida humana. Dentre outros aspectos, isso tem implicado o redimensionamento do lugar do pai, tradicionalmente concebido como representante da lei simbólica. O papel social do pai passou a ser questionado e, muitas vezes, confundido com o declínio da função paterna, porém, se há um declínio, é do poder do patriarcado, e não de sua função, que permanece como estrutural. Fundamental à estruturação do humano e à convivência social, a lei se apresenta como um modo de amparo simbólico. Diante de tal quadro, questionamos como fica a referência à lei simbólica, que, no panorama atual, parece deixar lacunas importantes em seu exercício. Ineficiente na função de interdição e limite, a lei falha, como falham também as vantagens que ela deveria assegurar. Não mais interditado, o sujeito se vê convocado ao excesso e, paradoxalmente, sem referências, desamparado. A condição humana de desamparo constituinte do sujeito , em razão das circunstâncias de vida das pessoas, vem sendo exacerbada, o que revela a constante situação de desamparo na qual vivem os sujeitos atuais. Isso os leva a novas formas de desorganização psíquica e faz emergir novas configurações sintomatológicas, cujas formas de expressão estão vinculadas a contextos específicos. Dentre elas, o transtorno de pânico se destaca como uma ilustração do desamparo mais freqüentemente evocado na contemporaneidade, promovido pela fragilidade com que a lei se apresenta
Abstract: The current context presents changes in the subjectives organization ways. Inside this, the redefinitions from the man and woman roles, the new filiation forms, as the new familiar configurations, have brought to a references crisis that reaches different sections from the human life. Among others aspects, this has been implied on redimensionment of the father s place, traditionally conceived as representing from the symbolic law. The father social role is so questioned and, many times, confused with the decline from the paternal function, but, is there is a decline, it is from the patriarchal power, and not of its function, that stays as structural. Fundamental to the structuring of human being and to the social coexistence, the law presents itself like a way of symbolic support. In front of this, we question how stays the reference from the symbolic law, that in the current panorama, it seems leave important blanks in its duties. Inefficient in the limit and interdiction function, the law fails, as well the advantages that should assure of her. No more interdicted, the subject sees himself summoned to the excess and, paradoxally, without references, unsupported. The human condition of unssuporting constituent of the subject due to the life circumstances of people have been exacerbated, what reveals a constant unssuporting situation in which live the nowadays subjects. This leave them to new psychic disorganization forms and makes emerge new symptomatologic configurations, in which expression forms are linked to specific contexts. Among them, the panic disorder highlights as a illustration of the unssuporting more often evocated in the contemporary times, due to the fragility which the law presents itself
Palavras-chave: desamparo (psicologia)
distúrbios do pânico
psicanálise
psicologia clinica
clinical psychology
helplessness (psychology)
panic disorders
psychoanalysis
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Psicologia Clínica
Programa: Mestrado em Psicologia Clínica
Citação: COSTA, Veridiana Alves de Sousa Ferreira. Symbolic law, unsupporting and panic in the contemporary times: a psichoalytic study. 2005. 164 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica) - Universidade Católica de Pernambuco, Recife, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/127
Data de defesa: 8-Apr-2005
Appears in Collections:Psicologia Clinica

Files in This Item:
File SizeFormat 
veridiana costa.pdf802,01 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.