Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1345
Tipo do documento: Dissertação
Título: A mulher idosa e a criminalidade: uma compreensão na perspectiva bioecológica do desenvolvimento humano.
Autor: Vilela, Daniely da Silva Dias 
Primeiro orientador: Dias, Cristina Maria de Souza Brito
Primeiro membro da banca: Francisco, Ana Lúcia
Segundo membro da banca: Rabinovich, Elaine Pedreira
Resumo: Esta dissertação teve como objetivo geral compreender o que leva algumas mulheres idosas, após toda uma vida sem envolvimento com a Justiça, a cometerem um crime. Pretendeu-se, especificamente: 1) apresentar e contextualizar a Teoria do Desenvolvimento Humano a partir da perspectiva Bioecológica; 2) conhecer o contexto que contribuiu para que mulheres idosas incorrerem no delito; 3) analisar os fatores que influenciam algumas pessoas no processo de envelhecimento e velhice a praticarem crimes. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, transversal, exploratória e descritiva. A amostra foi constituída com a participação de cinco mulheres idosas que estão em cumprimento de pena em instituições prisionais do Estado de Pernambuco. Os instrumentos para a coleta de dados constaram de um questionário biosociodemográfico e um roteiro de entrevista semiestruturado. A análise dos dados foi realizada por meio da metodologia do Desenvolvimento Humano na perspectiva Bioecológica, que propõe a análise da relação entre os quatro elementos do modelo PPCT (pessoa, processo, contexto e tempo) para compreensão dos fenômenos humanos. Os resultados apontam que as participantes têm idades entre 60 e 71 anos, nível de escolaridade (fundamental incompleto), são divorciadas ou solteiras, aposentadas ou pensionistas, com renda de um salário-mínimo, têm entre cinco e três filhos, seis e quatro netos, um a três bisnetos e são visitadas pelas filhas. As doenças mais prevalentes são: hipertensão, problemas de memória, diabetes, problemas na coluna e labirintite. Foram condenadas predominantemente pelo tráfico de entorpecentes, seguidos de homicídio simples tentado e estelionato. As penalidades variaram de oito a 14 anos de detenção. No que refere às motivações para o crime, depreende-se que os contextos bioecológicos que envolvem a vida dessas pessoas operam como facilitadores da entrada na vida de crimes. Em suma, as prisões para as idosas encarceradas podem ser compreendidas como uma experiência em família. Via de regra, elas são atingidas pelas privações próprias de quem vive nas periferias e, muitas delas, veem no tráfico de drogas uma possibilidade de uma vida melhor, tanto para elas quanto para a família. Logo, características de personalidade; história de vida; baixos salários de aposentadoria e, em consequência, a falta de garantia de meios para sobrevivência; vínculos familiares, mais precisamente a influência dos filhos e dos netos contribuíram decisivamente para sua entrada na criminalidade. Portanto, almeja-se que os resultados obtidos possam subsidiar o trabalho de profissionais interessados em organizar projetos de promoção à qualidade de vida das pessoas idosas sob riscos de envolvimento com o crime ou já envolvidas, como os que se encontram encarcerados. Ademais, espera-se colaborar para minimizar os impactos do aumento no número de idosos dentro das penitenciárias por meio do incentivo a políticas e ações de prevenção ao envolvimento com o crime, na região nordestina do Brasil, em especial no Estado de Pernambuco.
Abstract: This dissertation main objective is to comprehend what leads some elderly women, after a lifetime without involvement with the justice system, ended up committing a crime. Specifically, our purpose was: 1) to indicate and contextualize the Human Development Theory using ideas originated on a the bioecology perspective; 2) know the context that contributed to elderly women to incur the crime; 3) to analyze the factors that influence some aging and elderly people in commit crimes. This research is qualitative, transversal, exploratory and descriptive. The sample consisted of five elderly women who are serving time in correctional institutions in the State of Pernambuco. The data collection instruments consisted of a bio sociodemographic questionnaire and a semi-structured interview. Data analysis was conducted using the Human Development Theory in the Bioecological perspective, which proposes the analysis of the relationship between the four elements of the PPCT model (person, process, context and time) to understand human phenomena. The results show that the participants are between 60 and 71 years old, an education level incomplete elementary education, are divorced or single, retired or pensioners, with income of one minimum wage, and have between five and three children, six and four grandchildren, one to three great-grandchildren and are visited by their daughters. The most prevalent diseases are hypertension, memory problems, diabetes, back problems and labyrinthitis. They were condemned predominantly for drug trafficking, followed by attempted murder and fraud. Penalties ranged from 8 to 14 years in prison. With regard to the motivations for crime, it appears that the bioecological contexts that involve the lives of these people acts as facilitators to entry into the criminality. In short, prisons for incarcerated elderly women can be understood as a family experience. As a rule, they are affected by the deprivations in life, characteristic that affect those who live on the suburbs, and many of them see drug trafficking as a possibility for a better life, both for them and for their family. Therefore, personality characteristics; life's history; small pensions and, the lack of guaranteed means of survival; family ties, more precisely the influence of children and grandchildren contributed decisively to their entry into crime. Therefore, it is hoped that the results obtained can inform the work of professionals interested in organizing projects to promote the life quality of elderly people at risk of involvement with crime or already involved, such as those who are incarcerated. In addition, it is expected to collaborate to minimize the impacts of the increase in the number of the elderly in prisons by encouraging policies and actions to prevent their involvement with crime, in the Northeast region of Brazil, especially in the State of Pernambuco.
El objetivo principal de esta disertación es el de entender que lleva a mujeres idosas, despues de una vida sin problemas con la justicia, a cometer crimenes. Especifícamente nuestro propósito fue el de: 1) presentar y contextualizar la Teoría del Desarrollo Humano, partiendo de la perspectiva Bioecológica; 2) conocer el contexto que contribuyó a que las mujeres idosas incurrieran en un delito; 3) analizar los factores que influyen a algunas personas que estan envejeciendo o que han envejecido a cometer crimenes. Esta es una investigacíon cualitativa, transversal, exploratoria y descriptiva. La muestra consistió en cinco mujeres idosas que cumplen condenas en prisiones em el Estado de Pernambuco. Para recolectar los dados se uso un cuestionario biosociodemográfico y entrevistas semi-estructuradas. El análisis de los dados fue realizado a través de la metodología del Desenvolvimiento Humano con perspectiva Bioecológica, que propone el análisis de la relación entre los cuatro elementos del modelo PPCT (persona, processo, contexto y tiempo) para compreender los fenomenos humanos. Los resultados muestran que las participantes tienen entre los 60 y 71 años, con un nivel de escolaridad primaria incompleta, son divorciadas o solteras, jubiladas o recibiendo pensiones, con ingresos de un salario mínimo, y tienen entre cinco y tres hijos, seis o cuatro nietos, uno o tres biznietos, y son visitadas por las hijas. Las enfermedades mas comunes son: hipertensíon, problemas con la memoria, diabetes, problemas con la columna y labirintite. Fueron condenadas principalmente por tráfico de drogas, atentado de homicídio y fraude. Las condenas fluctuan entre los 8 y 14 años de prisión. Con relación a lo que las motivo al crimen, parece que el contexto biosocioecologico que envuelve la vida de estas personas funciona como facilitador a que incurran en la criminalidad. En resumen, el encarcelamiento de mujeres idosas puede ser entendido como una experiencia de familia. En general, ellas son afectadas por las deprivaciones de la vida, características que afectan a esas que viven en los suburbios, y muchas ven el tráfico de drogas como una oportunidad para una vida major, tanto para ellas como para sus familias. Entonces, caracteristicas de personalidad; história de vida; pensiones bajas, y falta de garantía de medios para sobrevivir; vínculos familiares, y mas precisamente, la influencia de los hijos e de los nietos, contribuyeron decisivamente a su entrada a la vida del crimen. Por lo tanto, la esperanza es que los resultados de este analísis pueda informar la labor de profesionales interesados en organizer proyectos que promuevan la calidad de vida de los idosos en peligro de envolverse en la criminalidad o ya envueltos. Ademas, se espera tendría impacto en minimizer el número de personas de mayor edad en las cárceles, a través de incentivos a las políticas y acciones de prevención a la participación en el crimen, en el Nordeste de Brazil, y especialmente en el Estado de Pernambuco.
Palavras-chave: Dissertações
Psicologia do desenvolvimento
Mulheres idosas
Criminalidade
Prisão
Dissertations
Developmental Psychology
Elderly women
Crime
Prison
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação
Programa: Mestrado em Psicologia Clínica
Citação: VILELA, Daniely da Silva Dias. A mulher idosa e a criminalidade : uma compreensão na perspectiva bioecológica do desenvolvimento humano. Dissertação (Mestrado) - Universidade Católica de Pernambuco. Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica. Mestrado em Psicologia Clínica, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1345
Data de defesa: 10-Feb-2021
Appears in Collections:Psicologia Clinica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ok_daniely_silva_vilela.pdfDissertação na íntegra1,1 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons