Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1377
Tipo do documento: Dissertação
Título: Percepções sociais sobre a intolerância em relação às religiões de matriz africana.
Autor: Oliveira, Jorge Luiz Santos de 
Primeiro orientador: Campos, Zuleica Dantas Pereira
Primeiro membro da banca: Vasconcelos, Sérgio Sezino Douets
Segundo membro da banca: Oliveira, Rosalira dos Santos
Resumo: A nossa pesquisa teve como finalidade investigar o seguinte tema: a intolerância religiosa exercida pela Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) contra as religiões de matriz africana (RMA). Foi estabelecido como objetivo geral: compreender o porquê da intolerância religiosa, praticada pela Igreja Universal do Reino de Deus, contra as religiões de matriz africana. Com os seguintes objetivos específicos: apresentar o caminho histórico do processo de intolerância religiosa, desenvolvido pela Iurd, contra as RMA; identificar os impactos da prática da intolerância religiosa, junto ao imaginário cultural e social; e analisar o problema da intolerância religiosa, de acordo com todo o conteúdo pesquisado, enfocando: as raízes da intolerância e a semente da coexistência. A metodologia aplicada foi enquadrada num contexto de pesquisa social, com a utilização do método de pesquisa qualitativa descritiva e exploratória. A coleta de dados foi constituída em três fases consecutivas e complementares. Na primeira fase foi desenvolvida uma pesquisa bibliográfica de natureza exploratória. Na segunda foram utilizadas as técnicas de entrevista oral e de leituras temáticas das mesmas. Na terceira foi realizado o processamento e a análise de todos os dados coletados nas duas primeiras fases. Os seguidores da Iurd são intolerantes quanto as outras denominações religiosas, porém esse procedimento se fortalece em relação às RMA. Isso é consequência da guerra santa, estabelecida contra satanás e a sua legião de demônios, os quais são identificados, analogicamente, com as entidades espirituais que são cultuadas nos rituais das RMA. Na sua grande maioria, esses crentes são pessoas de pouca instrução, que seguem de forma fanática os ditames dos seus líderes religiosos. O desconhecimento dos reais significados das cosmovisões das RMA, por parte da imensa maioria dos não adeptos a essas denominações religiosas é o fator preponderante, para a geração de um senso comum, no imaginário popular, de que: essas religiões praticam o mal em todas as instâncias da vida, gerando um sentimento de intolerância religiosa. A prática do diálogo inter-religioso, entre as lideranças religiosas e expandida para a toda sociedade leiga, com a finalidade de se harmonizar as diferenças e de fortalecer as semelhanças, cria as condições necessárias para o estabelecimento de uma coexistência religiosa.
Abstract: Our research aims to look into the following theme: the religious intolerance practiced by the Universal Church of the Kingdom of God (UCKG) against the african matrix religions (AMR). It was set up as a general objective: Understanding the why of the religious intolerance, practiced by the Universal Church of the Kingdom of God, against the african matrix religions. With the following especific objectives: showing the historic way of the religious intolerance process, developed by the Universal Church of the kingdom of God, against the african matrix religions; identify the impacts of the practice of religious intolerance, along with the cultural and social imaginary; and analise the religious intolerance problem, according to all the content researched, focusing on; the roots of intolerance and the seed of coexistence. The methodology applied was framed in a context of social research, using the qualitative descritive and exploratory research method. The colleced data was done in three consecutive and complementary phases. The first phase, a exploratory bibliografic research was developed. The second, the processing of oral interview techniques and thematic readings were used. The third, the processing and the analisis of all the collected data during the firsts phases. The UCKG followers are intolerant as to the religious denominations, nonetheless this procedure strengthens as to the AMR. This is the outcome of the holy war, set up against the devil and the legion of demons, in which they are identified, analogically, with the spiritual entities that are worshiped in the AMR rituals. Mostly, these believers have little education, that follow their leaders dictate in a fanatic way. The lack of knowledge of the real meanings of the cosmo view of the AMR, by the majority of the non followers of these religions denominations is the most important aspect, for the commom sense generation, in the popular imaginary, that: theses religions practice evil during lifetime, bringing up a religious intolerance feeling. The interreligious dialog practice, among the religious leaderships and expanded to all unconcious society, in order to harmonize the differences and strenghthen similarities, bring up the necessary conditions to the establishment of a religious coexistence.
Palavras-chave: Dissertações
Liberdade religiosa
Cultos afro-brasileiros
Dissertations
Religious freedom
Afro-Brazilian cults
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação
Programa: Mestrado em Ciências da Religião
Citação: OLIVEIRA, Jorge Luiz Santos de. Percepções sociais sobre a intolerância em relação às religiões de matriz africana. 2019. 128 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Católica de Pernambuco. Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião. Mestrado em Ciências da Religião, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1377
Data de defesa: 3-Oct-2019
Appears in Collections:Ciencias da Religiao

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ok_jorge_luiz_santos_oliveira.pdfDissertação na íntegra1,13 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons