Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1485
Tipo do documento: Dissertação
Título: “Verdadeiramente este homem era justo” (Lc 23,47): a releitura lucana da imagem do justo presente no Livro da Sabedoria.
Autor: Lima, Maria Nivaneide de Abreu 
Primeiro orientador: Malzoni, Cláudio Vianney
Primeiro membro da banca: Andrade, Aíla Luzia Pinheiro de
Segundo membro da banca: Almendra, Luísa Maria
Resumo: “Verdadeiramente este homem era justo” foram as palavras usadas pelo centurião ao testemunhar a morte de Jesus (Lc 23,47). Tal declaração está muito próxima daquelas presentes nos relatos paralelos dos evangelhos segundo Marcos e Mateus, com a diferença de que, na obra lucana, é empregado o termo “justo” (díkaios) em vez de “filho de Deus” (huiós theoû). A justiça de Jesus, reconhecida pelo centurião, passou a ser parte fundamental da pregação cristã. O termo justo aplicado a Jesus aparece ainda três vezes na obra lucana: em At 3,14; 7,52 e 22,14. Em face disso, vale perguntar: que significa ser justo? A noção de justiça e a compreensão acerca de quem é o justo na Bíblia foram ganhando, com a mudança do ambiente onde surge cada texto e, consequentemente, a partir da perspectiva de cada autor, novas acepções e nuances. Com esta pesquisa, pretende-se demonstrar que a imagem do justo presente no Livro da Sabedoria subjaz à compreensão de justo presente em Lucas-Atos, em especial na designação de Jesus como justo em Lc 23,47. A metodologia utilizada neste trabalho consistiu na análise de textos bíblicos e em pesquisa bibliográfica, e sua apresentação se dá em quatro etapas: inicialmente, discorreu-se sobre a noção de justiça e de justo na literatura veterotestamentária; em seguida, lançou-se um olhar mais acurado ao Livro da Sabedoria, a fim de identificar a imagem de justo presente ali; em um terceiro momento, voltou-se para a representação do justo na obra lucana; e, por fim, Sabedoria e Lucas-Atos foram postos lado a lado. Comparando as duas obras, e especificamente a imagem de justo que emerge em Sabedoria e em Lucas-Atos, pode-se entrever muitos aspectos de continuidade, como, por exemplo, o fato de que, nos dois casos, o justo inscreve-se na tradição do justo sofredor e se sabe filho de Deus. Pode-se, contudo, destacar um aspecto de descontinuidade: Jesus, na obra lucana, não cessa seu ministério durante sua paixão. Diferentemente do justo presente em Sabedoria, Jesus cura e perdoa enquanto sofre e morre. Ele não é vítima, mas mártir, filho de Deus, cuja comunhão com o Pai permanece inabalável mesmo diante da morte.
Abstract: “Truly this man was righteous” were the words used by the centurion when witnessing Jesus' death (Lk 23:47). Such a statement is very close to those present in the parallel accounts of the Gospels according to Mark and Matthew, with the difference that, in the Lucan work, the term “righteous” (díkaios) is used instead of “son of God” (huiós theoû). The justice of Jesus, recognized by the centurion, became a fundamental part of Christian preaching. The right term applied to Jesus appears others three times in the Lucan work: in Acts 3:14; 7:52 and 22:14. In view of this, it is worth asking: what does it mean to be righteous? The notion of justice and the understanding of who is righteous in the Bible developed over time, with the change where each text appears and consequently, from the perspective of each author, new meanings and nuances. With this research, it is intended to demonstrate that the image of the righteous person present in the Book of Wisdom underlies the understanding of the righteous person present in Luke-Acts, especially in the designation of Jesus as righteous in Lk 23:47. The methodology used in this work consisted of the analysis of biblical texts and bibliographical research, and was carried out in four stages: initially, the notion of justice and righteousness in the Old Testament literature was presented; then, a more accurate look was taken to the Book of Wisdom, in order to identify the image of righteous present there; in a third moment, it turned to the representation of the righteous in Lucan's work; and finally Wisdom and Luke-Acts were put side by side. Comparing the two works, and specifically the concept of the righteous that emerges in Wisdom and Luke-Acts, one can glimpse many aspects of continuity, such as the fact that in both cases the righteous places himself in the long tradition of the righteous sufferer and knows himself to be a child of God. One can, however, highlight an aspect of discontinuity: Jesus, in Lucan's work, is the righteous man who does not cease his ministry even during his passion. Unlike the righteous presence in Wisdom, Jesus heals and forgives while suffering and dying. He is not a victim but a martyr, a child of God, whose communion with the Father remains unshakable even in the face of death.
Palavras-chave: Dissertações
Bíblia - Sabedoria
Hermenêutica (Religião)
Justiça
Dissertations
Bible - Wisdom
Hermeneutics (Religion)
Justice
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação
Programa: Mestrado em Teologia
Citação: LIMA, Maria Nivaneide de Abreu e. "Verdadeiramente este homem era justo" (Lc 23,47) : a releitura lucana da imagem do justo presente no Livro da Sabedoria. 2021. 109 fl. Dissertação (Mestrado) - Universidade Católica de Pernambuco. Pró-reitoria Acadêmica. Programa de Pós-graduação em Teologia. Mestrado em Teologia, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1485
Data de defesa: 31-Aug-2021
Appears in Collections:Teologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
maria_nivaneide_abreu_lima.pdfDissertação na íntegra800,19 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons