Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1580
Tipo do documento: Tese
Título: Os impactos da "morte de Deus" na construção das subjetividades: a ressignificação da transcendência na experiência religiosa pós-moderna.
Autor: Lima, Sebastião Hugo Brandão 
Primeiro orientador: Vasconcelos, Sérgio Sezino Douets
Primeiro membro da banca: Campos, Zuleica Dantas Pereira
Segundo membro da banca: Libório, Luiz Alencar
Terceiro membro da banca: Menezes, Anderson de Alencar
Quarto membro da banca: Porto, Wanderlan Santos
Resumo: Esta tese parte da leitura que Jean-Pierre Lebrun (2004) faz da constatação de Nietzsche acerca do evento sócio histórico apresentado enquanto metáfora da “morte de Deus”, que assinalava o advento da Modernidade e declínio do fundamento último que sustentava o mundo Ocidental até então. O que acarretou, segundo Lebrun, a crise da função paterna, com profundos desdobramentos para as novas construções subjetivas na contemporaneidade. Essa tese tem como objetivo analisar as consequências da “Morte de Deus” e a crise de legitimação por ela desencadeada, na construção das subjetividades contemporâneas, problematizando, como consequência desse novo cenário, as novas ressignificações da transcendência na experiência religiosa pós-moderna. Trata-se de uma pesquisa interdisciplinar que busca, a partir das Ciências da Religião, dialogar com diferentes campos de conhecimento como: a Filosofia, a Psicanálise, a Sociologia e a Antropologia. Analisamos a “morte de Deus a partir da leitura que Lebrun faz da teoria nietzschiana problematizando acerca da perda da autoridade paterna. Essa análise se dá no cenário pós-moderno mediante o surgimento de novas subjetividades, tal como defendido por Bauman e Hall respectivamente. No concorrido mercado religioso, onde as religiões disputam diuturnamente fiéis, a religiosidade, muitas vezes, tem respondido às demandas dos indivíduos, adaptando-se ao mercado. Se Deus “morreu”, como fundamento último da cultura ocidental, por outro lado, surge um “novo tipo de Deus”. Um Deus a serviço das demandas subjetivas dos indivíduos, e não mais como a sua “função de exceção” que estruturava as relações na cultura. Como resultado, temos uma transcendência ressignificada para que possa atender aos anseios de “gozo pleno”, por uma parcela dos indivíduos religiosos na contemporaneidade.
Abstract: This thesis is part of Jean-Pierre Lebrun's (2004) reading of Nietzsche's observation about the socio-historical event presented as a metaphor for the “death of God”, which marked the advent of Modernity and the decline of the ultimate foundation that supported the Western world until So. Which caused, according to Lebrun, the crisis of the paternal function, with profound consequences for the new subjective constructions in contemporary times. This thesis aims to analyze the consequences of the “Death of God” and the legitimation crisis that it triggered, in the construction of contemporary subjectivities, problematizing, as a consequence of this new scenario, the new meanings of transcendence in the postmodern religious experience. It is an interdisciplinary research that seeks, from the Sciences of Religion, to dialogue with different fields of knowledge such as: Philosophy, Psychoanalysis, Sociology and Anthropology. We analyze the “death of God based on Lebrun's reading of Nietzschean theory, problematizing the loss of parental authority. This analysis takes place in the postmodern scenario through the emergence of new subjectivities, as defended by Bauman and Hall respectively. In the well-attended religious market, where religions compete day by day faithfully, religiosity has often responded to the demands of individuals, adapting to the market. If God "died", as the ultimate foundation of Western culture, on the other hand, a "new type of God" appears. A God at the service of the subjective demands of individuals, and no longer as his “function of exception” that structured relations in culture. As a result, we have a resignified transcendence so that it can meet the yearnings for “full enjoyment”, by a portion of religious individuals in contemporary times.
Palavras-chave: Teses
Deus
Morte
Subjetividade
Pós-modernidade
Religiosidade
Theses
God
Death
Subjectivity
Postmodernity
Religiosity
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação
Programa: Doutorado em Ciências da Religião
Citação: LIMA, Sebastião Hugo Brandão. Os impactos da 'morte de Deus' na construção das subjetividades : a ressignificação da transcendência na experiência religiosa pós-moderna. 2020. 274 f. Tese (Doutorado) - Universidade Católica de Pernambuco. Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião. Doutorado em Ciências da Religião, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/1580
Data de defesa: 7-Dec-2020
Appears in Collections:Ciencias da Religiao

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ok_sebastiao_hugo_brandao_lima.pdfTese na íntegra2,07 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons