Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/226
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avós de uma comunidade de baixa renda: percepções e vivências sobre a criação dos netos
Autor: Brasil, Tatiana Lima 
Primeiro orientador: Dias, Cristina Maria de Souza Brito
Primeiro membro da banca: Maia, Eulália Maria Chaves
Segundo membro da banca: Lima, Albenise de Oliveira
Resumo: As avós que assumem a criação de netos constituem um fenômeno cada vez mais frequente nas famílias da atualidade. O presente trabalho teve por objetivo investigar as percepções e vivências das avós guardiãs, frente à criação de seus netos em uma comunidade de baixa renda da cidade de Recife/PE. Especificamente pretendeu-se analisar os motivos que acarretam esta situação, bem como as relações estabelecidas entre as partes, além de caracterizar os sentimentos experimentados pelas avós no papel de guardiãs, e suas expectativas para o futuro. Participaram do estudo 10 avós que cuidavam dos netos em tempo integral, todas residentes na comunidade do Coque. Elas estavam na faixa etária entre 48 e 81 anos e possuíam escolaridade baixa e renda inferior a um salário mínimo. Foi utilizado um roteiro de entrevista, analisado de acordo com a técnica da Análise de Conteúdo Temática. Os dados obtidos no presente estudo mostram o seguinte: 1) os principais motivos que levaram as avós a assumir a criação dos netos estiveram relacionados à gravidez na adolescência, separação dos pais, dependência química e violência; 2) o papel de mãe desses netos sobrepõe-se ao de avó e os dados demonstram que ainda prevalece na sociedade a ideia de que uma mulher é quem deve preferencialmente assumir a criação das crianças; 3) apesar de relatarem cansaço, doenças e dificuldades financeiras, as avós nutrem, em sua grande maioria, sentimentos de bem querer, de amor e dedicação especial pelos netos que criam a ponto de não aceitarem que eles as deixem; 4) as maiores dificuldades citadas foram as financeiras, como a escolaridade e estabelecimento de limites, bem como o receio de que os netos envolvam-se em comportamentos de risco; 5) as expectativas para si mesmas é ter sossego e descansar, enquanto para os netos é que estudem, trabalhem e sejam pessoas de bem. Quanto aos relatos direcionados à comunidade em que vivem ficou evidenciado que, apesar de a acharem violenta e um lugar difícil para criar netos, com diversas limitações de infraestrutura e moradia, elas gostam do lugar.
Abstract: The grandparents who take the creation of grandchildren are an increasingly common phenomenon in today's families. This study aimed to investigate the perceptions and experiences of guardians grandparents, opposite the creation of his grandchildren in a low income community in Recife / PE. A specific objective is to analyze the reasons that cause this situation as well as the relations between the parties, and to characterize the feelings experienced by grandparents in the role of guardian, and their expectations for the future. Study participants were 10 grandparents who cared for their grandchildren full time, all residents of the community Coque. They were aged between 48 and 81 years and had low education and income less than the minimum wage. An interview script, analyzed according to the technique of thematic content analysis was used. The data obtained in this study show the following: 1) the main reasons why the grandparents to take with grandchildren were related to teenage pregnancy, parents' divorce, substance abuse and violence; 2) the role of mother of these grandchildren overlaps the grandmother and the data show that still prevails in society the idea that a woman is who should preferably take the rearing of children; 3) despite reporting fatigue, illness and financial difficulties, grandmothers nourish, mostly, feelings and want to, love and special dedication by grandchildren who create the point of not accepting that they leave them; 4) the main difficulties cited were financial, with education and establishment of limits, and the fear that the grandchildren engage in risky behaviors; 5) expectations for themselves is to have peace and rest while for the grandchildren is to study, work and be good people. As for reports directed to the community in which they live was evident that, despite the violent and think a difficult place to raise grandchildren, with several limitations of infrastructure and housing, they like the place.
Palavras-chave: psicologia clínica
avós e netos
violência domésticas - aspectos psicológicos
psicologia social
família
dissertações
clinical psychology
grandparents and grandchildren
domestic violence - psychological aspects
social Psychology
family
dissertations
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Psicologia Clínica
Programa: Mestrado em Psicologia Clínica
Citação: BRASIL, Tatiana Lima. Avós de uma comunidade de baixa renda: percepções e vivências sobre a criação dos netos. 2015. 103 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica) - Universidade Católica de Pernambuco, Recife, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/226
Data de defesa: 10-Apr-2015
Appears in Collections:Psicologia Clinica

Files in This Item:
File SizeFormat 
tatiana_lima_brasil.pdf1,58 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.