Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/228
Tipo do documento: Dissertação
Título: O dualismo antagônico na teoria do eros em Platão e na teoria pulsional em Freud
Autor: Sales, José Josivan Bezerra de 
Primeiro orientador: Rocha, Zeferino de Jesus Barbosa
Primeiro membro da banca: Donard, Veronique
Segundo membro da banca: Matteo, Vincenzo Di
Resumo: O objetivo deste trabalho foi realizar uma pesquisa qualitativa de natureza bibliográfica que aprofundasse a analogia feita por Freud sobre sua Teoria Pulsional e a Teoria sobre Eros de Platão. Para isso escolhemos o tema do dualismo antagônico como elemento de semelhança, depois de ter observado as várias aproximações que outros autores já haviam estudado. Num primeiro capítulo, analisamos como se apresentava este dualismo antagônico nas teorias dos três filósofos originários, a saber, Tales, Anaximandro e Anaxímenes, depois analisamos o mesmo tema nas teorias de Heráclito e Empédocles, e por fim, estudamos as obras Fédon, Banquete, República e Fedro, de Platão, para encontrar nelas o dualismo antagônico nas suas concepções de alma e de Eros. Num segundo capítulo, apresentamos o contexto epistemológico do conceito de pulsão, para a partir dele estudarmos na obra de Freud o dualismo antagônico entre pulsões de autoconservação e pulsões sexuais na Primeira Teoria das Pulsões, passarmos pela libido narcísica, e estudarmos esta oposição entre as pulsões de vida e pulsão de morte, na Segunda Teoria das Pulsões. No terceiro capítulo passamos a comparar o elemento escolhido dualismo antagônico encontrando-o primeiro no modus operandi de Platão e de Freud, que esforçando-se por explicar o homem de modo racional, não puderam deixar de acolher nas suas teorias o contraditório do mito e da metafísica. Passamos a estudar as aproximações feitas por diversos autores para, enfim, estudar as semelhanças e dessemelhanças na teoria do Eros e da Libido, e acabamos concluindo que o dualismo das pulsões longe de ser contraditório é concorrente e confluente, no sentido de ambos se ajudarem mutuamente na sua própria oposição. Isto nos permitiu aproximar-nos de três autores que indicam este tipo de oposição: Garcia-Roza, André Green e Ivan Corrêa. No entanto, o nosso estudo longe de apresentar uma conclusão fica aberto para aprofundar este modo de oposição que gera vida.
Abstract: This study aimed to perform a qualitative bibliographic research that probes Freud‟s analogy about his Pulsional Theory and the Eros of Plato Theory. For that, we choose the topic of antagonistic dualism as a similarity factor after we had observed several themes which were studied by other authors. In the first chapter we analyzed how this antagonistic dualism was shown in the theories of three original philosophers, Thales, Anaximader and Anaximenes. After, we analyzed the same topic in relation to Heraclitus‟s and Empedocles‟ theories and we studied the antagonistic dualism conceptions of soul and Eros in the compositions of Phaedo, Symposium, The Republic and Phaedrus from Plato. In the second chapter we studied present the epistemological context of the urge concept. From this point we studied Freud‟s composition and its antagonistic dualism between self-preservation and sexual drives in the First Drive Theory. We then went through the narcissistic libido and studied this opposition between life and death urges in the Second Drive Theory. In the third chapter we first started to compare the antagonistic dualism in Plato‟s and after in Freud‟s modus operandi. By trying to explain the man under a rational perspective, these philosophers couldn‟t had left the contradictory of myth and metaphysics in their theories. We then started studying the approximation made by different authors in order to understand the similarities and dissimilarities in the theory of Eros and the Libido. We concluded that the urge dualism is far from being contradictory and is a competitor and confluent in the sense of they both help each other in its own opposition. This fact allowed us to get close to three authors who point to this type of opposition: Garcia-Roza, André Green and Ivan Corrêa. So that our study is far from presenting a conclusion and it will remain open to reinforce in this opposition that generates life.
Palavras-chave: psicanálise
dualismo
filosofia
alma
dissertações
psychoanalysis
dualism
philosophy
soul
dissertations
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Psicologia Clínica
Programa: Mestrado em Psicologia Clínica
Citação: SALES, José Josivan Bezerra de. O dualismo antagônico na teoria do eros em Platão e na teoria pulsional em Freud. 2015. 83 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica) - Universidade Católica de Pernambuco, Recife, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/228
Data de defesa: 15-Oct-2015
Appears in Collections:Psicologia Clinica



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.