Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/820
Tipo do documento: Dissertação
Título: O trabalho linguístico-discursivo em um grupo de convivência de sujeitos afásicos
Autor: Costa, érika Maria Asevedo 
Primeiro orientador: Azevedo, Nadia Pereira da Silva Gonçalves de
Primeiro membro da banca: Lucena, Jônia Alves
Segundo membro da banca: Fonte, Renata Fonseca Lima da
Resumo: Dentre os avanços da ciência, destacam-se aqueles que visam a melhorar a vida das pessoas, seja no que se refere ao social, seja no econômico e físico. Nesta perspectiva, ressalta-se a Afasia, quadro clínico que pode gerar desde um simples distúrbio imperceptível na fala à impossibilidade plena de conversação entre os sujeitos, comprometendo suas interações e, consequentemente, sua sustentabilidade social e financeira. Esse distúrbio de linguagem vem, tradicionalmente, sendo investigado, no que se refere a sua origem fisiológica (Acidentes Vasculares Encefálicos ou Traumatismos Crânio Encefálicos, para citar os dois mais frequentes) e intervenções medicamentosas que visam a evitá-la ou amenizá-la, uma vez que a Afasia é decorrente dessas causas de origem neurológica. Salienta-se que há propostas que se mantêm na relação causa versus sintoma. De forma inovadora, este estudo busca inserir nesta discussão a vertente linguístico-discursiva, através da teoria e procedimento analítico da Análise do Discurso de linha francesa (AD), como ferramenta que venha melhorar as interações interpessoais entre os sujeitos acometidos pela Afasia, possibilitando-lhes um melhor e mais rápido reenquadramento social. Diante do exposto, este trabalho objetiva analisar o discurso de sujeitos afásicos a partir de suas próprias condições de falantes, na interação em grupo; especificamente, busca identificar a materialidade discursiva, as condições de produção, as formações imaginárias, as relações de força, a formação discursiva, o silenciamento e as condições de produção que ajudam ou prejudicam a linguagem dos sujeitos afásicos. A coleta de dados ocorreu em 2014, durante os encontros semanais do Grupo de Convivência dos Afásicos da UNICAP, ocasião em que, os participantes tiveram seus discursos filmados para posterior transcrição e análise com base nos pilares teóricos e metodológicos da AD. Os sujeitos investigados apresentaram distúrbios em um dos eixos da linguagem: no de seleção e no de combinação e, em alguns casos, em ambos. Seus discursos foram frequentemente norteados por formações imaginárias e consequentemente relações de força, uma vez que eles se constituem sujeitos afásicos a partir da imagem que fazem de si e da imagem que julgam que o interlocutor faz deles, interagindo hierarquicamente no grupo de acordo com suas percepções, histórias de vida e condições de produção. O reconhecimento dessas articulações linguísticas realizadas pelo sujeito afásico permite destacar alguns parâmetros que os pesquisadores, profissionais de linguagem, saúde e familiares podem usar para contribuir positivamente (transmitir confiança, estimular e respeitar a velocidade de construção das ideias do afásico) ou, negativamente, (expressão ou não entendimento e acelerar ou pressionar o afásico a se expressar) para que os sujeitos afásicos interajam através da linguagem falada. Assim, este estudo disponibiliza contribuições no campo das estratégias teóricas e metodológicas em relação aos aspectos linguístico-discursivos dos sujeitos afásicos.
Abstract: Amongst the science advances are those that aim at improving people s lives in social, economic or physical ways. In this framework, we can highlight the aphasia, a clinical framework that can generate a simple imperceptible disorder or even the impossibility of a normal conversation. In this way, it can affect the aphasics interactions and consequently their social and financial lives. This language disorder has been traditionally investigated concerning its physiologic origin (cerebrovascular accidents or traumatic brain injury, the two most common causes) and medical interventions that can avoid or soften its symptoms, since Aphasia happens due to neurologic causes. There are many studies about this relationship between cause and symptoms of Aphasia. However this study, in an innovative way, aims at inserting this topic in the linguistic-discursive framework through the theory and procedures of the French Discursive Analysis (DA), as an instrument to improve the interpersonal interactions of aphasics, providing them a better and faster social adaptation. Considering this context, this paper aims at analyzing the discourse of aphasics from their own conditions as speakers in the group interaction; more specifically it attempts to identify the discursive materiality, the productions conditions, the imaginary formations, the power relations, the discursive formations, the silencing and the productions conditions that help or jeopardize the language of aphasics. The data collection took place in 2014 during the weekly meetings of the Group of Aphasics of the Catholic University of Pernambuco when the participants had their speeches recorded for a later transcription and analysis based on the theoretical and methodological basis of the DA. The participants of the research presented disorders in one of the language aspects: selection and combination and, in some cases, in both. Their discourses were frequently guided by imaginary formations and consequently power relations, since the subjects constitute aphasics by the image they have about themselves and the image they judge the receivers have about them, interacting hierarchically in the group according to their perceptions, history of life and production conditions. The identification of these linguistic articulations produced by the aphasics permits us to highlight some parameters that the researchers, language and health professionals and relatives can use to contribute positively (transmiting confidence, stimulating and respecting the aphasics pace to construct ideas) or, negatively (expressing of lack of sympathy, attempting to accelerate the aphasics to express themselves) so that the aphasics can interact through oral language. Therefore this study provides contributions for the theoretical and methodological strategies concerning linguistic-discursive aspects of the aphasics discourse.
Palavras-chave: linguística
análise do discurso
linguagem e línguas
afasia
dissertações
linguistics
speech analysis
language and languages
aphasia
dissertations
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Ciências da Linguagem
Programa: Mestrado em Ciências da Linguagem
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/820
Data de defesa: 11-Feb-2015
Appears in Collections:Ciencias da Linguagem



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.