Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/838
Tipo do documento: Dissertação
Título: Linguagem e errância em madame Bovary
Autor: Jesus, Roberto Carlos de Santana 
Primeiro orientador: Melo, Maria de Fátima Vilar de
Primeiro coorientador: Carvalho, Glória Maria Monteiro de
Primeiro membro da banca: Azevedo, Nadia Pereira da Silva Gonçalves de
Segundo membro da banca: Lier-devitto, Maria Francisca de Andrade Ferreira
Resumo: Emma Bovary é a heroina do romance de Gustave Flaubert que termina se suicidando. Este dissertação surgiu a partir de inquetações profissionais que me conduziram a pesquisar pelo viés da Linguística, psicanálise e Literatura, e formular como objetivo geral a errância do desejo e da palavra em Madame Bovary, especificando a relação errante de Emma Bovary com a palavra e a errância do desejo através dos processos metaforonímicos. Esta pesquisa é teórica-empírica e a metodologia que elegemos persegue o rastro freudiano da análise da obra literária Gradiva - uma fantasia pompeiana , cujo título ficou conhecido como Delírios e Sonhos na Gradiva de Jasen (1907 [1906]). Como a investigação teve por alvo da pesquisa uma obra literária, se fez necessário analisar em duas vertentes diferentes: uma que pudesse contemplar essencialmente o aspecto literário, e pela outra vertente, pesquisamos estes mesmos eventos nos campos da Linguística e da Psicanálise. Emma Bovary personifica a figura de uma histérica que, guiada por um não querer saber, tem sua vida calcada na repetição, no retorno dos significantes, como se andasse em círculos, numa espécie de jogo metaforonimico, em busca daquilo que é faltoso, impossível de ser assimilado. Da saída da casa dos pais parao convento, do retorno para o lar paterno; do casamento com Charles Bovary aos adultérios; e das mudanças de cidade em cidade, foi de onde extraímos material para analisar o significante morte, que no romance desliza sobre os significantes cemitério e veneno. A errância com a palavra não permitiu Emma suturar um ponto de basta, ainda que sua avidez pelos romances pudesse propiciar este bem. Na errância do desejo, a deriva, Emma embriaga-se, evenena-se nas paixões, e desliza para o suicídio.
Abstract: Emma Bovary is the heroine of Gustave Flaubert's novel that ends up committing suicide. This dissertation arose from professional inaccuracies that led me to search for the bias of Linguistics, Psychoanalysis and Literature and formulate as general objective the wandering of desire and word in Madame Bovary, specifying Emma Bovary's errant relationship with the word and Wandering of desire through metaphorical processes. This research is theoretical-empirical and the methodology we choose pursues the Freudian trace of the analysis of the literary work "Gradiva - a Pompeian fantasy", whose title was known as "Deliriums and Dreams in Gradiva de Jasen" (1907 [1906]). As the research was a literary work, it was necessary to analyze in two different aspects: one that could essentially contemplate the literary aspect, and the other side, we investigated these same events in the fields of Linguistics and Psychoanalysis. Emma Bovary personifies the figure of a hysteric who, guided by a not wanting to know, has her life based on repetition, on the return of the signifiers, as if she walked in circles, in a kind of metaphorimic game, searching for what is lacking, impossible to Be assimilated. From the departure of the parents' house to the convent, the return to the paternal home; Of marriage with Charles Bovary to adulteries; And from city-to-city changes, it was from which we extracted material to analyze the significant death, which in the novel slips over the significant graveyard and poison. The wandering with the word did not allow Emma to suture a point of sufficient, although its avidity by the novels could propitiate this good. In the wandering of desire, drifting, Emma becomes drunk, even in the passions, and slips into suicide.
Palavras-chave: dissertações
literatura
psicanálise e literatura
inconsciente
desejo
linguagem e línguas
errância
análise linguística
dissertations
literature
psychoanalysis and literature
unconscious
desire
language and languages
errand
linguistic analysis
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Ciências da Linguagem
Programa: Mestrado em Ciências da Linguagem
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/838
Data de defesa: 19-Jan-2017
Appears in Collections:Ciencias da Linguagem



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.