Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/857
Tipo do documento: Tese
Título: Violências escolares: falas de educadores
Autor: Branco, Maria de Fátima Ferrão Castelo 
Primeiro orientador: Caldas, Marcus Túlio
Primeiro coorientador: Francisco, Ana Lúcia
Primeiro membro da banca: Lima Filho, Ivo de Andrade
Segundo membro da banca: Barreto, Kátia Magdala Lima
Terceiro membro da banca: Gontijo, Daniela Tavares
Quarto membro da banca: Lima, Albenise de Oliveira
Resumo: Esta pesquisa foi desenvolvida com o objetivo de refletir sobre a experiência dos educadores sobre violências escolares. Participaram deste estudo vinte e quatro educadores de três escolas, entre elas, uma pública e duas privadas (uma empresarial e outra religiosa) da Região Metropolitana do Recife. O objetivo geral este estudo foi: compreender como os educadores experienciam as violências escolares em seu cotidiano institucional e os específicos foram: caracterizar os professores quanto ao sexo, idade, tempo de experiência na educação, formação acadêmica; descrever as experiências dos educadores sobre violências escolares e identificar como os educadores se percebem em relação à temática das violências escolares. A partir de uma metodologia qualitativa, como instrumento para coleta dos dados utilizamos conversas coletivas com roteiro de perguntas. Os resultados foram analisados a partir da teoria da Representação Social (RS) que diz respeito a um processo criativo de elaborações cognitivas e simbólicas que servem de orientação ao comportamento humano, além de ser um mecanismo de desenvolvimento do objeto social pela comunicação interpessoal, de grupos, de massa e para análise dos dados coletados utilizamos o Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) por se tratar de uma técnica de tabulação e organização de dados qualitativos que tem como fundamento a teoria da RS. O DSC permite, através de procedimentos sistemáticos e padronizados, agregar depoimentos sem reduzi-los a quantidades. No DSC surgiram algumas Ideias Centrais (ICs), assim descritas: Insatisfação do educador / adoecimento; Desinteresse dos alunos; Contexto família / escola; Vínculo professor / aluno e Expressões de violência. Os resultados alcançados neste estudo nos permite afirmar que as experiências dos educadores sobre violência escolar se referem a confrontos travados, cotidianamente, por eles no sentido de estabelecer vínculos entre bem-estar pessoal e profissional no ambiente de trabalho, na busca permanente de parceria com as famílias no processo de educar, a preservação da afetividade e da capacidade em lidar com as violências que atingem o meio escolar. Palavras- chave: educação; escola; violência.
Abstract: This research was developed with the aim of reflecting on the experience of educators about school violence. The study included twenty four teachers from three schools, among them, one public and two private (corporate and other religious one) in the Metropolitan Region of Recife. The general objective of this study was: understanding how educators experience school violence in their institutional routine and specific were: to characterize teachers regarding gender, age, length of experience in education, academic education; describe the experiences of educators about school violence and identify how educators perceive themselves in relation to the issue of school violence. From a qualitative methodology as a tool for data collection used collective conversations with script of questions. The results were analyzed based on the theory of Social Representation (RS) with respect to a creative process of cognitive and symbolic elaborations that provide guidance to human behavior, as well as being a mechanism for developing social object by interpersonal communication, group , mass and analysis of collected data we use the Collective Subject Discourse (CSD) because it is a technique of tabulation and organization of qualitative data that is based on the theory of RS. DSC enables, through systematic and standardized procedures, add testimonials without reducing them to numbers. DSC emerged in some central ideas (ICs), described as follows: Dissatisfaction educator / illness; Students' disinterest; Context family / school; Link teacher / student and expressions of violence. The results achieved in this study allows us to assert that the experiences of educators on school violence refer to confrontations caught, every day, for them to establish links between personal and professional well-being in the workplace, in constant search of partnership with families in the process of educating, preserving the affectivity and the ability to deal with the violence that hit the school environment. Keywords: education; school; violence.
Palavras-chave: psicologia clínica
violência escolar - aspectos psicológicos
psicologia escolar
psicologia social
educadores
família
teses
clinical psychology
school violence - psychological aspects
school psychology
social psychology
educators
family
theses
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Psicologia Clínica
Programa: Doutorado em Psicologia Clínica
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/857
Data de defesa: 2-Sep-2014
Appears in Collections:Psicologia Clinica



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.