Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/863
Tipo do documento: Tese
Título: Percepção dos vínculos e relacionamento entre netos adultos e seus avós
Autor: Oliveira, Gilzacarla Alcântara dos Santos 
Primeiro orientador: Dias, Cristina Maria de Souza Brito
Primeiro membro da banca: Amazonas, Maria Cristina Lopes de Almeida
Segundo membro da banca: Maia, Eulália Maria Chaves
Resumo: Sabe-se que a longevidade humana tem propiciado o aprofundamento e a intensidade do contato entre as gerações. Em nenhuma outra época, as gerações de uma mesma família puderam conviver juntas por tanto tempo como na atualidade. Importa realizar investigações acerca da influência exercida pelos avós na vida dos netos, pois a literatura pouco tem se detido nessa fase do ciclo vital. A presente pesquisa, de natureza qualitativa, objetivou investigar a percepção dos vínculos e relacionamento entre netos adultos e seus avós, sendo eles de vinculação paterna ou materna, buscando analisar como se deu este relacionamento ao longo do tempo, influências, frequência de contato e dificuldades encontradas. Os dados coletados resultaram de entrevistas semidirigidas com 14 netos adultos, sendo 6 participantes do sexo masculino e 8 participantes do sexo feminino. As variáveis sociodemográficas caracterizaram os entrevistados como sendo casados, com escolaridade superior, ou superior incompleto, de classe média e tendo entre 21 e 40 anos. As entrevistas foram analisadas de acordo com a técnica da análise de Conteúdo Temática. Os resultados evidenciaram que: 1) os netos à unanimidade, disseram que os avós foram e continuam sendo pessoas muito significativas em sua vida; 2) os avós influenciaram os netos em vários aspectos de sua vida (profissional, religioso, moral, emocional e psicossocial); 3) o relacionamento, em geral, foi percebido como muito bom, a depender da participação e do incentivo da geração dos pais; 4) os participantes realizaram e ainda realizam várias atividades com os avós, sendo o contato entre essas gerações bastante frequente; 5) as dificuldades no relacionamento com os avós estão relacionadas a conflitos existentes entre avós e pais, distância geográfica e envolvimento dos netos no seu próprio processo desenvolvimental; 6) as características mais marcantes transmitidas pelos avós ligam-se a traços de personalidade, momentos de lazer e cuidado, troca de experiência. Espera-se que esta pesquisa possa contribuir com a literatura sobre relacionamento intergeracional e que ofereça subsídios aos profissionais que se dedicam à temática do envelhecimento e da família.
Palavras-chave: família
avós e netos
relações humanas
longevidade
dissertações
family
grandparents and grandchildren
human relations
longevity
dissertations
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Psicologia Clínica
Programa: Doutorado em Psicologia Clínica
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/863
Data de defesa: 21-Jul-2015
Appears in Collections:Psicologia Clinica



Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.