Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/909
Tipo do documento: Dissertação
Título: Mães de meninas vítimas de abuso sexual: aquilo que não se pode dizer.
Autor: Rocha, Márcia Candelaria da 
Primeiro orientador: Vieira, Luciana Leila Fontes
Primeiro membro da banca: Dias, Cristina Maria de Souza Brito
Segundo membro da banca: Ramires, Vera Regina Röhnelt
Resumo: Esta dissertação tem como objetivo analisar e identificar as possíveis motivações que levam as mães a não acreditar na situação de abuso sexual que envolve suas filhas e seus companheiros, sejam eles pais ou padrastos, bem como o posicionamento subjetivo das mães diante da denúncia. Nesta perspectiva, foram considerados os aspectos relacionados à história de vida materna e as possíveis conexões com o abuso sexual sofrido pelas filhas. O trabalho está dividido em três artigos, sendo um teórico e dois empíricos. O primeiro apresenta uma revisão da literatura sobre o abuso sexual, ressaltando as contribuições da psicanálise, através das elaborações de Freud e Ferenczi sobre o trauma, o desmentido e a ident ificação com o agressor. O segundo artigo procura investigar as possíveis motivações e o posicionamento subjetivo das mães que não acreditaram no abuso sexual de suas filhas. O terceiro artigo considera elementos da história de vida materna associados ao abuso sexual de sua filha e as possíveis motivações para a negação da situação abusiva. A metodologia é baseada na abordagem qualitativa, considerando o princípio de saturação. Foram entrevistadas sete mães que não acreditaram na denúncia de abuso sexual contra suas filhas, por parte de seus companheiros. A apreciação dos dados foi realizada a partir da análise de conteúdo de Minayo. Os resultados indicam que as mães que desmentem a denúncia de abuso sexual, longe de estar na posição de “cúmplices,” podem estar se apoiando em mecanismo de defesa na tentativa de negar a realidade que se coloca de forma tão ameaçadora, associado a elementos de sua própria história de vida. A transmissão transgeracional surgiu como um dado importante ao mostrar a repetição da história de abuso sexual presente na vida das próprias mães entrevistadas.
Abstract: This dissertation had as aims to analyze and to identify possible motivations of mothers who do not believe their daughters had been abused by their partners, whether they are fathers or step-fathers, investigating these mothers’ subjective standing face to the denouncement. In this perspective, aspects regarding the mothers’ previous history and possible connections with the abuse suffered by their daughters were considered. The research was divided in three papers, one theoretical and two empirical. The first one represents a literature review on/about sexual abuse, highlighting psychoanalytical concepts used by Freud and Ferenczi, such as trauma, disavowal and identification with the aggressor. The second paper aimed to investigate possible motivations and the subjective standing of mothers who did not believe their daughters had been abused. The third paper considered elements from these mothers’ previous history that could be associated to their daughters´ sexual abuse and their possible motivations for denying that it happened. The methodology was based in a qualitative approach, considering the saturation principle. Seven mothers who did not believe in the denouncement of sexual abuse committed by their partners against their daughters were interviewed. Data analysis included Minayo´s Content Analysis. Results indicate that these mothers disavow the sexual abuse accusation but, far from being “accomplices,” they may be using a defense mechanism in the attempt to deny such a threatening reality, which is even associated with elements from their own lives. The transgenerational transmission emerged as an important fact, by showing the repetition of the sexual abuse history, present in the lives of the studied mothers.
Palavras-chave: clinical psychology
sexual abuse victims
psychoanalysis
child sexual abuse
dissertation
psicologia clínica
vítimas de abuso sexual
psicanálise
crime sexual contra a criança
dissertação
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA#
#3411867255817377423#
#600
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação#
#-8854052368273140835#
#500
Programa: Mestrado em Psicologia Clínica#
#2996970088605564627#
#500
Citação: RAMOS, Márcia Candelária da Rocha. Mães de meninas vítimas de abuso sexual : aquilo que não se pode dizer. 2010. 119 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Católica de Pernambuco - UNICAP. Pró-reitoria Acadêmica. Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Curso de Mestrado em Psicologia Clínica, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/909
Data de defesa: 21-May-2010
Appears in Collections:Psicologia Clinica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao_marcia_candelaria_rocha_ramos.pdfDissertação na íntegra707,97 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.