Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/919
Tipo do documento: Dissertação
Título: Relação entre oralidade e escrita nas práticas discursivas do afásico.
Autor: Gomes, Izabella Cristina de Aguiar 
Primeiro orientador: Aguiar, Marígia Ana de Moura
Primeiro membro da banca: Melo, Maria de Fátima Vilar de
Segundo membro da banca: Costa, Maria Lúcia Gurgel da
Resumo: A afasia é considerada como uma redução e disfunção do uso da linguagem em que há alteração de mecanismos lingüísticos em todos os níveis, manifestando-se tanto no aspecto expressivo quanto no receptivo da linguagem oral e escrita, embora em diferentes graus em cada uma dessas modalidades. O pressuposto utilizado neste trabalho é o de que a língua, enquanto processo simbólico, partindo de um contexto social, atua como prática social, manifestando-se e funcionando como atividade oral e escrita, nas atividades constitutivas do homem, com a qual podemos construir sentidos. No entanto, entre essas duas modalidades da língua, a oralidade ocupa um lugar de destaque com relação à escrita nos estudos sobre Afasia. Diante disto, este trabalho irá enfocar a produção escrita dos afásicos em sua relação com a oralidade, visando verificar, na produção escrita do afásico, “possíveis” marcas de uma oralidade presentes ou não na expressão oral desse sujeito. Para este objetivo, foram selecionadas as produções escritas de 06 (seis) sujeitos afásicos, de ambos os gêneros, que participaram e freqüentaram regularmente o Grupo de Convivência para Afásicos da Universidade Católica de Pernambuco, durante o período de 22 (vinte e dois) encontros. Os estudos para o tema apresentado foram fundamentados em pesquisas sobre a organização do discurso do afásico e no aprofundamento teórico sobre fala e escrita, com destaque para os estudos sobre a fala e a escrita, a partir da perspectiva de Marcuschi (2007a), enfocando a relação entre essas duas modalidades da linguagem. Com isso, pôde-se verificar a presença de 10 (dez) tipos de marcas de oralidade presentes nas produções escritas dos afásicos deste trabalho, através de atividades com 06 (seis) gêneros textuais, desenvolvidos através da realização da Oficina de Fala e Escrita no Grupo, destacando-se a correção e o pouco uso de acentos e pontuação como os tipos de marcas de oralidade mais recorrentes, presente na escrita de 05 (cinco) sujeitos, e, a modalização, a repetição e a paráfrase como as menos recorrentes, presentes na escrita de apenas 01 (um) sujeito. A relevância do trabalho foi identificar características e oferecer estratégias para a superação das dificuldades enfrentadas por esse sujeito, buscando contribuir para o desenvolvimento e aprimoramento do restabelecimento de sua linguagem, aproveitando todos os recursos utilizados pelo afásico para se comunicar, de modo a possibilitar uma intervenção que enfoque tanto a fala quanto a escrita, colaborando na readequação da oralidade e em uma recuperação mais efetiva da linguagem como um todo, promovendo a re-inserção social do afásico em seu meio.
Abstract: Aphasia is considered a reduction and dysfunction of the use of the language in which there is alteration of linguistic mechanisms in all the levels, shown in the expressive aspect how much in the receptive one of the oral and written language to different degrees in each type. The presupposition used in this work is that the language, while symbolic process, leaves from a social context, and acts like social practice, showing and working like oral and written activity in the constitutive activities of the man with which we can build senses. Between these two kinds of the language, the orality occupies a place of distinction regarding the writing in the studies on Aphasia. Before this, this work would be done to tackle the written production of the aphasic person in his relation with the orality, aiming to check in the written production of the aphasic at “possible” present marks of orality or not in the oral expression of this subject. For this objective, the written productions of 6 (six) subjects were selected. Aphasic people of both types, which announced and frequented regularly the Group of Familiarity for Aphasic people of the Catholic University of Pernambuco, during the period of 22 (twenty two) meetings. The studies for the presented subject were based on damages to the organization of the speech of the aphasic people and on the theoretical detailed studies on speech and writing, detaching the relation between these two kinds of the language. With that, one could check the presence of 10 (ten) types of marks of oralities in the written productions of the aphasic person involved in this work through activities with 6 (six) textual types developed through the realization of the Workshop of Speech and Written in the Group. When the correction is standing out by the most frequent mark of orality, this is present in the writing of 5 (five) subjects. The relevance of the work identifies characteristics and it offers strategies for overcoming of the difficulties faced by this citizen, looking to contribute to the development and improvement of the restoration of his language, using all the resources used by the aphasic person to communicate, when there is making possible an intervention which approach so much the speech as for writing, contributing to the readaptation of the orality and to a recuperation more effective of the language as a whole, promoting the social re-insertion of the aphasic citizen in his environment. Keywords: aphasia, relation between orality – written, textual types, mark of orality.
Palavras-chave: aphasic persons
orality
writing
dissertations
afásicos
oralidade
escrita
dissertações
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA#
#7955259954785510783#
#600
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação#
#-8854052368273140835#
#500
Programa: Mestrado em Ciências da Linguagem#
#2724172099063601567#
#500
Citação: GOMES, Izabella Cristina da Aguiar. Relação entre oralidade e escrita nas práticas discursivas do afásico. 2009. 188 f. : Dissertação (Mestrado) - Universidade Católica de Pernambuco-UNICAP. Pró-reitoria Acadêmica. Coordenação Geral de Pós-graduação. Mestrado em Ciências da Linguagem, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/919
Data de defesa: 30-Jul-2010
Appears in Collections:Ciencias da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao_izabella_cristina_aguiar_gomes.pdfDissertação na íntegra4,06 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.