Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/923
Tipo do documento: Dissertação
Título: Stress e qualidade de vida em esposas de alcoolistas.
Autor: Lima, Raitza Araújo dos Santos 
Primeiro orientador: Amazonas, Maria Cristina Lopes de Almeida
Primeiro membro da banca: Caldas, Marcus Túlio
Segundo membro da banca: Dias, Maria da Graça Bompastor Borges
Resumo: Este trabalho teve por objetivo estudar o stress e a qualidade de vida em esposas de alcoolistas. O stress pode ser definido como uma reação do organismo, com implicações físicas e/ou psicológicas que ocorrem quando a pessoa se confronta com uma situação que a amedronta, irrita, excita ou que ocasiona intensa felicidade (LIPP, 1996). O relacionar-se com um dependente alcoólico, segundo Edwards (1999), tende a provocar stress, principalmente graças à imprevisibilidade do seu comportamento. Dessa forma, a esposa, em particular, não sabe o que a espera ao se deparar com o cônjuge em estado de embriaguez. Diante desse quadro, optamos por realizar um estudo sobre stress e qualidade de vida em esposas de alcoolistas. Nesta pesquisa foram avaliadas 31 esposas, cujos cônjuges estavam em início de tratamento ambulatorial de reabilitação em uma clínica psiquiátrica na cidade de Garanhuns – PE. Utilizamos os seguintes instrumentos: Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp (ISSL); Inventário de Qualidade de Vida (IQV) e roteiro de entrevista. No que se refere aos resultados, 93,54% das esposas apresentaram stress; 67,7% na fase de resistência e 12,9% na fase de exaustão. Para analisarmos o nível de significância em relação à ocorrência de stress na amostra pesquisada, usamos o X² (qui-quadrado). Os resultados encontrados foram considerados significativos para 1 α ao nível de 1%. Esses dados podem indicar o mal que o convívio com o alcoolista acarreta a essas mulheres, interferindo na sua qualidade de vida. A análise das entrevistas identificou que as esposas enfrentam, em seu dia-dia, fontes externas e internas de stress. Dentre os estressores externos, um dos fatores que sobrecarrega a mulher é o fato de que ela geralmente é a responsável por todos os aspectos relacionados à família; ela também não recebe ajuda no manejo com o esposo, além de sofrer agressões verbais. Quanto às internas, encontramos: a esposa não consegue perceber alternativas que possam ajudar na recuperação de seu marido; nutre o sentimento de raiva ao percebê-lo alcoolizado; sente-se tensa e preocupada quando o marido sai de casa. Em relação às estratégias de enfrentamento mais utilizadas pela esposa, destacamos: busca de apoio para si; orientação para lidar com o alcoolismo do marido; conversa com outras pessoas a respeito do problema e incentivo ao marido na procura de algum tipo de tratamento. Vale ressaltar que esses resultados referem-se aos estudos obtidos através dos dados coletados com esse grupo. Reconhecemos a necessidade de mais pesquisas com a finalidade de melhor conhecermos a mulher companheira do alcoolista, oferecendo-lhe um melhor atendimento voltado para as estratégias de controle do stress.
Abstract: This works object was to study the stress and the quality of life in alcohol addict’s wives. Stress can be defined as an organism’s reaction, with physical and/or psychological, that occurs during a confronting situation that may frighten, irritate, excite or cause intense happiness (LIPP, 1996). To be related to an alcohol addict, according to Edwards (1999), tends to cause stress, mainly because of an unexpected behavior. In that matter alcohol addicts wives, in particular, don’t know what to expect when they find themselves with their husbands drunk. Before this scene we opted to research about the stress and the quality of life in alcohol addicts wives. In this research 31 alcohol addict wives were evaluated. Alcohol addicts were in the beginning of their ambulatorial rehabilitation treatment in a psychiatrical clinic in the city of Garanhuns – PE. The following instruments were used: Lipp’s Stress Symptom Inventory for Adults (ISSL); The Quality of Life Inventory (IQV) and interviews. The results showed that, 93.54% of the alcohol addicts wives presented stress, 67.7% in the resistance level and 12.9% in the level of exhaustion. To analyze the level of significance related to the occurrence of stress in the data of the present research, the X² (qui-quadrate) was used. The results found were considered significant for 1 α in a 1%. These can be indicating the harm caused by a close relationship between the alcoholics and their wives, interfering in their quality of life. The interviews analyzed identified that the wives deal with, in their daily routine, internal and external sources of stress. As to speak of the external stressful causes, one of the facts that overstresses Is the fact that she’s responsible for all families matters; also she doesn’t receive any help on how to cope with her husband, and added to that suffers verbal aggression. We found our that the internal sources are: the impossibility to identify any alternative so to help in their husbands recovery; they nurture anger when they find them drunk; feel tense and worried when their husbands leave the house at any time. Related to the strategies used by the alcoholic’s wives: search for self-orientation on how to cope with their husband’s alcoholism; conversations with other people about the problem and the help needed to make their husbands start an alcoholism treatment. It’s also important to note that the results were related to the studies based on the data collected for this specific group. Therefore we recognize the need of other researches as to get to know alcoholic’s wives better, becoming possible to offer them proper conditions based on the stress control strategies.
Palavras-chave: clinical psychology
quality of life
wives
alcoholism
psychological stress
dissertation
psicologia clínica
qualidade de vida
esposas
alcoolismo
stress (psicologia)
dissertações
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA#
#3411867255817377423#
#600
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação#
#-8854052368273140835#
#500
Programa: Mestrado em Psicologia Clínica#
#2996970088605564627#
#500
Citação: LIMA, Raitza Araújo dos Santos. Stress e qualidade de vida em esposas de alcoolistas. 2007. 96 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Católica de Pernambuco. Pró-reitoria de Ensino, Pesquisa e extensão. Curso de Mestrado em Psicologia Clínica, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/923
Data de defesa: 12-Jun-2008
Appears in Collections:Psicologia Clinica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao_raitza_araujo_santos_lima.pdfDissertação na íntegra2,8 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


Items in TEDE are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.