Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/980
Tipo do documento: Dissertação
Título: Verificação da tendência de penetração de cloretos em corpos de prova parcialmente imersos em água do mar Recife, PE
Autor: Passos, Adriana Maria Monteiro 
Primeiro orientador: Monteiro, Eliana Cristina Barreto
Resumo: Em cidades que estão sujeitas a essa exposição salina, as construções de concreto ou concreto armado, ora em contato com água do mar ora não, ou à vontade dos mares sempre sofrem patologias e desgastes mecânicos; que exigem permanente manutenção. O Brasil atualmente; possuí vários equipamentos e construções que estão em contato direto ou semidireto com o mar. Recife capital de Pernambuco, é uma das cidades que mais tem equipamentos urbanos em contato com a água do mar. Edifícios, pontes, ancoradouros, passarelas, piers, enfim projetos que determinam estruturas em concreto em ambiente marítimo: ambientes de zona submersa, parcialmente submersa, zona de maré, zona de respingo e zona de névoa. As águas do mar contem elevada quantidade de íons de cloretos; e essa exposição torna mais vulnerável essas estruturas de concreto. Esta dissertação pesquisou e estudou a penetração de cloretos, de acordo com parametros da ISO TC 71/SC 1 de 26/07/2010, ISO/WD 1920-11, ISO TC 71/SC 1/WG SII, e a ABNT NBR 12655, experimentando corpos de prova de concreto, de diferentes resistèncias que ficaram parcialmente imersos em água do mar; verificando quantidade e a profundidade de penetração de íons de cloretos. Portanto, o principal objetivo deste trabalho foi, através de ensaios quimicos, a definição do quantitativo de íons de cloretos em exemplares com concreto de traços de diferentes resistências, à diferentes profundidades. De acordo com as expectativas, verificou-se com os ensaios em laboratórios que quanto e mais rico o traço de concreto, acontece menor quantidade de penetração de íons de cloretos. Portanto se pode dizer que o percentual de penetração de íons cloreto é menor para o traço rico, em relação ao traço médio e o pobre em todas as perfurações feitas nos corpos de prova estudados.
Abstract: Urban concrete or reinforced concrete structures built in saline environments, under either intermittent or continuous sea water exposure, usually present mechanical wear and structure pathology problems that require relentless maintenance care. Currently, Brazil has a large number of civil construction equipment and buildings under direct or near direct contact with the sea and the city of Recife, Pernambuco State capital, for one, figures among the top most exposed cities in terms of number of urban equipment in contact with sea water, including buildings, bridges, mooring sites, footbridges, piers, i.e., design projects that essentially imply concrete structures located under diverse marine exposure conditions such as underwater or partially submersed structures, or structures located in tidal zones or areas under mist or sea water splash environments. Sea water carries rather high chloride ion contents, hence making those exposed structures especially vulnerable. A chloride penetration study was carried out according to ISO TC 71/SC 1 (07/26/2010 release), ISO/WD 1920-11, ISO TC 71/SC 1/WG SII, and Brazilian ABNT NBR 12655 standards. Concrete core samples of several strength levels were kept partially submerged in sea water; chloride ion contents and penetration depths were recorded. Furthermore, a number of chemical analyses have been conducted in order to estimate chloride contents present at several depths in various concrete samples prepared with several W/C ratios, hence with different strength values. According to what one might expect, laboratory assays indicated that the deeper the axial sample taken from the exposed core for analysis and the more concentrated the concrete Water/Cement ratio, the lower the chloride penetration. Therefore, the chloride ion penetration rate indeed decreases as the W/C ratio gets richer, when compared to average and poor W/C ratios for all sampled penetration depths analyzed.
Palavras-chave: dissertations
Concrete - Corrosion
chlorides
Concrete
Mohr, Method of
Dissertações
Concreto armado - Corrosão
Cloretos
Concreto
Mohr, Método de
Área(s) do CNPq: ENGENHARIA CIVIL::CONSTRUCAO CIVIL#
#-2538089779098232013#
#600
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação#
#-8854052368273140835#
#500
Programa: Mestrado em Engenharia Civil#
#-7802886533828766338#
#500
Citação: PASSOS, Adriana Maria Monteiro. Verificação da tendência de penetração de cloretos em corpos de prova parcialmente imersos em água do mar Recife, PE. 2013. 83 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Católica de Pernambuco. Pró-reitoria Acadêmica. Coordenação Geral de Pós-graduação. Mestrado em Engenharia Civil, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/980
Data de defesa: 3-Jun-2013
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
adriana_maria_monteiro_passos.pdfDissertação na íntegra4,01 MBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons