Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/992
Tipo do documento: Dissertação
Título: Mais que avós: os bisavós na perspectiva das diferentes gerações
Autor: Schuler, Emily 
Primeiro orientador: Dias, Cristina Maria de Souza Brito
Primeiro membro da banca: Cunha, Marisa Amorim Sampaio
Segundo membro da banca: Moreira, Lúcia Vaz de Campos
Resumo: O aumento do envelhecimento humano é um fenômeno observado em escala mundial e possibilita a vivência de vários papéis dentro da família. Atualmente os avós podem ver seus netos crescerem e terem filhos, tornando-se bisavós, e, assim, adiciona-se outra geração na rede de relações. Consequentemente, emergem cada vez mais famílias multigeracionais formadas por quatro ou até cinco gerações, portanto, mais verticalizadas. Dessa forma, o objetivo desta pesquisa foi compreender o papel dos bisavós e as repercussões das relações estabelecidas com as diferentes gerações da família em sua vida, bem como na dos seus familiares. Especificamente buscou-se identificar as atividades desempenhadas pelos bisavós com cada geração; caracterizar as necessidades e sentimentos experimentados pelos bisavós e seus familiares no tocante às relações intergeracionais; compreender as relações intergeracionais perpassadas pela presença dos bisavós pelos membros das gerações subsequentes; identificar o legado que os bisavós deixam aos filhos, netos e bisnetos na perspectiva de cada geração; analisar o significado de ser (e ter) bisavós na família, na perspectiva de cada um dos bisavós, filhos, netos e bisnetos. Trata-se de um estudo de casos múltiplos com quatro famílias constituídas por quatro gerações e uma família com cinco gerações totalizando, assim, vinte e dois participantes, que foram acessados através de pessoas conhecidas da pesquisadora. Participaram três bisavós, dois bisavôs e uma tataravó na faixa etária de 74 a 97 anos. Quanto às demais gerações foram entrevistados cinco filhos, netos, bisnetos e um tataraneto. Como instrumento de pesquisa foi utilizada uma entrevista semidirigida, com um roteiro específico para cada geração, além de um questionário com os dados sociodemográficos dos participantes, elaborados pela pesquisadora. Os dados foram analisados por meio da análise de conteúdo temática. Os principais resultados apontaram o seguinte: 1) Quanto aos sentimentos experimentados ao se tornar bisavós, eles relataram alegria, satisfação e gratidão; 2) O apoio fornecido por eles, na maioria das vezes, é do tipo emocional; 3) O relacionamento familiar apareceu como significativo, sendo mantido especialmente sob forma de visitas; 4) Os conflitos existem, mas parecem ser contornados com sabedoria e muito respeito; 5) Os legados transmitidos por eles estão relacionados à fé, solidariedade, educação e ordem; 6) O significado de ser bisavó está intimamente ligado ao sentimento de transcendência, ao sentido de ter cumprido o propósito da vida e também sua continuidade nos netos e bisnetos. Observou-se nas demais gerações a valorização dos bisavós, percebidos como pessoas sábias, que podem contribuir como professores para as novas gerações. Espera-se dar visibilidade a essa geração ainda pouco estudada em nosso país.
Abstract: The increase of human aging is a phenomenon observed in world scale and allows the experience of several roles within the family. Nowadays grandparents can see their grandchildren growing up and having children, become great-grandparents, and thus add another generation in the network of relationships. Consequently, more and more multigenerational families are emerging, formed by four or even five generations, and therefore more vertically. Thus, the objective of this research was to understand the role of great-grandparents, as well as the intergenerational repercussions of this role in their lives and that of their relatives. More specifically it was intended: to analyze the meaning of being great-grandparents in the family, from the perspective of each generation; identify the activities performed by their great-grandparents; identify the legacy that the great-grandparents wish to convey; characterize the needs and feelings experienced by the great-grandparents and their families; understand intergenerational relations permeated by the presence of great-grandparents among family members. It is a multiple case study with four families consisting of four generations and one family with five generations, thus totaling twenty-two participants. Three great-grandmothers, two great-grandfathers, and a great-great-grandmother. As for the other generations, five children, grandchildren, great-grandchildren and a great-great-grandmother were interviewed. As a research instrument, a semi-directed interview was used, with a specific script for each generation, as well as a questionnaire with the sociodemographic data of the participants. The data were analyzed through thematic content analysis. The main results pointed out the following: 1) As for the feelings experienced when becoming great-grandparents, they reported joy, satisfaction and gratitude; 2) The support provided by them, most of the time, is of the emotional type; 3) The family relationship appeared as quite significant, being characterized especially in the form of visits; 4) Conflicts exist, but seem to be circumvented with wisdom and much respect; 5) The legacies transmitted by them are related to faith, solidarity, education and order; 6) The meaning of being great-grandmother is intimately linked to the feeling of transcendence, the sense of having fulfilled the purpose of life and also its continuity in grandchildren and great-grandchildren. In other generations, the appreciation of the great-grandparents, perceived as wise people, has been observed and can contribute as teachers to the new generations. It is hoped to give visibility to this generation still little studied in our country.
Palavras-chave: Dissertations
Conflict of generations
Great-grandparents
dissertações
Conflito de gerações
Bisavós
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA#
#3411867255817377423#
#600
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação#
#-8854052368273140835#
#500
Programa: Mestrado em Psicologia Clínica#
#2996970088605564627#
#500
Citação: SCHULER, Emily. Mais que avós : os bisavós na perspectiva das diferentes gerações . 2017. 106 fl. Dissertação (Mestrado) - Universidade Católica de Pernambuco. Pró-reitoria Acadêmica. Coordenação Geral de Pós-graduação. Mestrado em Psicologia Clínica, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/992
Data de defesa: 5-Mar-2018
Appears in Collections:Psicologia Clinica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
emily_schuler.pdfDissertação na íntegra998,11 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons