Export iten: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/996
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ecolalia e metáfora: um estudo apoiado na teoria da enunciação de Émile Benveniste.
Autor: Souza, Ana Fabrícia Rodrigues de 
Primeiro orientador: Barros, Isabela Barbosa do Rêgo
Primeiro membro da banca: Fonte, Renata Fonseca Lima da
Segundo membro da banca: Cortez, Suzana Leite
Resumo: Este trabalho intenciona discutir a metáfora relacionando-a à ecolalia, trazendo algumas perspectivas sobre o assunto no campo enunciativo, que considera a subjetividade da fala colocando o sujeito no centro das discussões. Analisamos a ecolalia, enquanto transtorno de linguagem, associando-a ao conceito de linguagem metafórica sob o escopo da perspectiva da Teoria da Enunciação de Émile Benveniste (1991, 2006). Escolheu-se realizar uma pesquisa qualitativa de natureza aplicada com o objetivo explicativo, seguindo o procedimento bibliográfico, porque se julgou necessário se investigar a ecolalia de um outro lugar que não de uma repetição descontextualizada da fala de outrem. Para tanto, se relacionou a temática em questão com a metáfora, por se encontrar semelhança no fato de ambas representarem uma possível transposição analógica no discurso. Após análise do conceito de metáfora sob os aspectos clássico, estruturalista, funcionalista, cognitivo e enunciativo, confrontando-os com a noção de ecolalia dentro do campo linguístico, fonoaudiológico e psicanalítico, trazendo para discussão exemplos ilustrativos de linguagem ecolálica retirados de publicações científicas especializadas, que se pôde perceber que é na analogia que se faz dentro do discurso do falante, no processo de ressignificação que marca sua singularidade, que se vê o sujeito atuante. Nesse momento, empreendemos que a fala ecolália assume o papel não apenas de uma fala vazia, ou descorporificada, mas de uma linguagem metafórica do ponto de vista enunciativo. Os resultados encontrados, através das análises em casos de Autismo e um caso de Alzheimer, corroboram para uma nova percepção da ecolalia: como uma marca única de fala que ressignifica, ou seja, apresenta um sentido dentro de um contexto.
Abstract: This work intends to discuss the metaphor relating it to the echolalia, bringing some perspectives on the subject in the enunciative field, that considers the subjectivity of the speech putting the subject in the center of the discussions.We analyzed echolalia, as a language disorder, associating it with the concept of metaphorical language under the scope of Émile Benveniste's Theory of Enunciation (1991, 2006). It was chosen to perform a qualitative research of an applied nature with the explanatory objective, following the bibliographic procedure, because it was deemed necessary to investigate the echolalia of a place other than a decontextualized repetition of the speech of another. For this, the subject in question was related to the metaphor, because it is similar in the fact that both represent a possible analogical transposition in the discourse. After analyzing the concept of metaphor under the classical, structuralist, functionalist, cognitive and enunciative aspects, confronting them with the notion of echolalia within the linguistic field, phonoaudiological and psychoanalytic, bringing to the discussion examples illustrative of echolonic language taken from specialized scientific publications, that one can perceive that it is in the analogy that is made within the discourse of the speaker, in the process of resignification that marks its singularity, that the acting subject is seen. In this comment, we undertake that the echolalia speech assumes the role not only of an empty speech, or disembodied speech, but of a metaphorical language from the enunciative point of view. The results found, through the analysis in cases of Autism and one Alzheimer's case, corroborate a new perception of echolalia, which is no longer seen as an "empty" speech, but as a single speech mark that re-means, that is, presents a sense within a context.
Palavras-chave: Dissertations
Metaphor
Enunciation, Theory of
Language and languages
Dissertações
Metáfora
Ecolalia
Enunciação, Teoria da
Linguagem e línguas
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES#
#8435846416789276096#
#600
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Católica de Pernambuco
Sigla da instituição: UNICAP
Departamento: Departamento de Pós-Graduação#
#-8854052368273140835#
#500
Programa: Mestrado em Ciências da Linguagem#
#2724172099063601567#
#500
Citação: XAVIER, Ana Fabrícia Rodrigues de Souza. Ecolalia e metáfora : um estudo apoiado na teoria da enunciação de Émile Benveniste. 2017. 72 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Católica de Pernambuco. Pró-reitoria Acadêmica. Coordenação Geral de Pós-graduação. Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede2.unicap.br:8080/handle/tede/996
Data de defesa: 14-Mar-2018
Appears in Collections:Ciencias da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ana_fabricia_rodrigues_souza.pdfDissertação na íntegra580,02 kBAdobe PDFView/Open ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.preview???


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons